INTERESSADOS EM JOGAR, ACESSEM: http://orkutando.online/comunidade.php?com=2717
 
InícioFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 WoW - Onde Tudo Começa

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5
AutorMensagem
Helena 2
Participativo
Participativo
avatar

Mensagens : 27
Data de inscrição : 29/12/2015

MensagemAssunto: Re: WoW - Onde Tudo Começa   10.04.16 9:44


De onde venho, é muito comum estarmos sempre apáticos, tristes, é algo que faz parte do nosso ser por isto quando entrei em contato com tão maravilhosa força todas as partículas de vida adormecidas em meu ser despertaram. Sentia algo esplêndido e uma euforia inimaginável, algo que jamais senti. Eu era capaz até mesmo de destruir aquele necromante. Olhei rapidamente meu corpo e a armadura era linda, busquei Thassarian e pensei comigo.

“ Não vou voltar para minha realidade, isto é melhor que jantares em restaurantes caros”

Por ter olhado para Thassarain viu sua habilidade fenomenal agir. Era maravilhoso, mas percebi também que algo estava bem errado ali, talvez por empolgação ou concentração, ignorei a alteração na personalidade de Nick, já havia presenciado aquilo. Ele atacou Thassarian, Uther e Arthas, só existiam eles ali? Percebi que Corrigan estava ao meu lado e aproveitei o momento.

— Você tem um poder fenomenal, não tem? Kuro age de forma insana e desordenada e neste momento é primordial agirmos juntos. Vamos tirá-lo de ação.

Usando a nova habilidade que me foi conferida, corri para as costas de Kuro, não, eu não tinha receio de ataca-lo, meu foco era o príncipe a agora Thassarain, não que eu duvidasse que eles dariam conta, mas a ajuda é sempre bem vinda. Saltei e mirei minha clava na coluna de Kuro, minha intenção era feri-lo onde ela teria mais dificuldade para me alcançar. Pedi força à luz e desci a clava com toda a força e determinação que possuía.

— Volte, você não é um traidor!



Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
David D. Jones
Omega Game Master Design
Omega Game Master Design
avatar

Mensagens : 417
Data de inscrição : 02/07/2014

MensagemAssunto: Re: WoW - Onde Tudo Começa   13.04.16 16:13

Boa Tarde Pessoal! Gostaria de pedir um pouco mais de prazo para atualizar a quest. Infelizmente essa semana está um pouco corrida pra mim e estou com muito pouco tempo para sentar e começar a digitar a atualização então, gostaria de pedir a compreensão de vocês. Até sábado eu estarei trazendo a atualização. Obrigado a Todos.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
David D. Jones
Omega Game Master Design
Omega Game Master Design
avatar

Mensagens : 417
Data de inscrição : 02/07/2014

MensagemAssunto: Re: WoW - Onde Tudo Começa   16.04.16 14:37




Thassarian havia permanecido em silêncio após seu ataque, mantendo sua grande lâmina empunhada com ambas as mãos graças ao peso da espada. O paladino mantinha seus olhos estreitados diante da divisão de Nickolas, isto é, seu corpo pareceu entrar em combustão acentuada, muito maior do que já estava e então passou a dividir-se. O homem então de cabelos castanhos suspirou pesarosamente visto que, Nickolas havia servido bem a causa de Lordaeron e certamente perdê-lo não estava nos planos do paladino mas isto ocorreria se fosse de fato necessário. A luz, como muitos humanos assim a chamavam era uma entidade, uma entidade de vida, cura e expurgo. Todo mal que existisse naquela terra deveria ser combatido por seus arautos, todo o mal que afetasse qualquer ser vivente naquela terra deveria tombar perante as preces realizadas a luz. Uma entidade sem face, uma entidade sem corpo físico, era a essência, a fé, o acreditar. Thassarian, por sua vez, parecia abismado com a divisão do espadachin, afinal, quem diria que este seria tão poderoso logo quando o mal naquela área havia sido derrotado?



[ Thassarian ] - Eu não cairei aqui, não hoje, moleque! Vociferou o paladino esboçando um breve sorriso notando a silhueta em chamas adquirir algo semelhante a manoplas incandescentes. Thassarian ainda mantendo um sorriso em sua face abaixou a espada e a encravou sob o solo firmemente como se a utilizasse como apoiou para saltar, visto que, a lâmina do paladino assemelhava-se a uma zambatou, porém um pouco menor. O paladino utilizando-se então da espada como esteio visou saltar por cima da silhueta e abandonar a lâmina que dissipou-se em um clarão de luz. Se houvesse algum resquício perigoso naquela silhueta em chamas, certamente o clone de KuroNick não faria qualquer efeito.  Após saltar por cima da criatura, Thassarian visaria agarrar a silhueta em chamas com suas mãos, as chamas não o feririam embora ele pudesse sentir o calor terrível emanado pelas mesmas, a luz iria começar a envolver a silhueta tentando comprimi-la rapidamente até a extinção completa.


Thassarian era inicialmente um guerreiro, fora treinado desde crianças na arte da guerra se destacando ainda quando jovem em diversos campos de batalhas até ser recrutado pelo próprio Uther para a incursão dos paladinos se tornando um exímio utilizado da Luz. Embora não tivesse um posto elevado visto que, isto faria com que ele fosse designado as ações mais diplomáticas da Ordem de Punho de Prata, Thassarian nunca ensejou diplomacia, seu conforto estava nos campos de batalha, seu conforto era digladiar-se com criaturas vis, vencê-las e então utilizar-se da luz para que um novo dia, tranquilo, pudesse surgir.


Uther, por sua vez estava um pouco mais atrás que Thassarian, afastado do outro paladino. O velho homem de olhos cintilantes em um tom azulado estreitou seus olhos e encarou a silhueta de soslaio que havia se dividido de Kuronick. O velho homem, em silêncio deu um único passo para a frente, girando seu corpo para que ficasse de frente para a silhueta. Se KuroNick olhasse atentamente na direção da silhueta, veria que os lábios de Uther balbuciaram alguma coisa e então, rapidamente o paladino erguera sua mão espalmada em direção a silhueta ao qual uma forte luz pareceu se formar da mão do paladino visando retardar a movimentação da silhueta. Em sequência, o paladino mais velho ergueu sua enorme marreta ao qual também irradiava luz e visou atingir a extensão do poder de KuroNick, dissipando-a rapidamente.  - Achas que sou tolo, garoto? Achas mesmo que eu cairia de forma tão vil nesta terra?


Uther, Líder dos Paladinos da Ordem do Punho de Prata era o primeiro de sua ordem e consequentemente o mais poderoso dos paladinos sendo que pelo qual, o Rei, Terenas Menethil solicitava-lhe conselhos em tempos de guerra, estratégias e por fim, o paladino sempre acabava indo para os campos de batalha liderar os exércitos de Lordaeron. Uther possui grande experiência de batalha e não somente isto, graças a sua idade um tanto quanto avançada se comprada com os demais paladinos, quase sempre utiliza-se da luz para que possa enfrentar seus inimigos.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
David D. Jones
Omega Game Master Design
Omega Game Master Design
avatar

Mensagens : 417
Data de inscrição : 02/07/2014

MensagemAssunto: Re: WoW - Onde Tudo Começa   16.04.16 14:40

Arthas, por sua vez, havia também sido atacado por uma das silhuetas de KuroNick. A silhueta que partira por detrás de Arthas sequer teve tempo de reagir aos reflexos do princípe. O príncipe sorriu de maneira singela porém, sádica enquanto saltava para o lado direito deixando que a criatura em vão movimento passasse direto. Ainda com um tímido sorriso em sua face, Arthas ergueu sua arma e golpeou a criatura na região da cabeça. No momento em que atingira a criatura uma densa luz ainda mais forte que Uther ou Thassarian irradiou de seu martelo fazendo com que a silhueta também se dissipasse, no entanto, enquanto a batalha envolvendo Uther, Thassarian e Arthas ocorria, certamente Helena, Corrigan e os demais paladinos não ficariam inertes diante do combate que ali estava ocorrendo.



Corrigan fora o primeiro a agir diante do combate que ocorria, de alguma forma, a Ira de Deus tentava buscar o interior de Nickolas, talvez tentando entender o que ocorria com o espadachin, o que o havia motivado a isto, o que a lâmina trazia como maldição ao cerne do espadachin. Corrigan poderia entrar no interior de KuroNick, no entanto, seus poderes estariam reduzidos visto que dentro da mente de um indivíduo, ou melhor, dentro da mente de dois indivíduos, poderosos e certamente imune ao controle mental, a Ira de Deus poderia sim adentrar a consciência de Nickolas mas não controlá-la e não coordená-la a seus efeitos. KuroNick e Nickolas seriam os imperadores do lugar e a Ira de Deus poderiam estar em séria desvantagem com relação a isso, no entanto, a luz poderia proteger-lhe no interior da mente de Nickolas mas não de efeitos que ali ocorressem, Corrigan poderia sair da consciência do espadachin se as coisas se complicassem.



Helena, por sua vez havia agido antes que KuroNick fosse capaz de desvencilhar-se de Arthas, Thassarian e Uther, haviam muitos olhos naquela área para que KuroNick conseguisse executar uma ação oculta. Helena com êxito havia chegado as costas do rapaz com os novos poderes conferidos pela luz. Hábilmente a garota utilizou-se de seus poderes não apenas para conferir-lhe velocidade mas também para conferir-lhe força para atingir a coluna de Nickolas. Graças a nova condição também do espadachin a luz o afetaria sim, no entanto, não como esperado como a mesma amplitude da luz de quem já a utilizava a mais tempo como Thassarian. KuroNick sentiria uma forte pressão em sua coluna fazendo com que ele fosse impulsionado para a frente e perdesse o equilibrio claramente dando vasão para que Arthas enfim, agisse.



[ Arthas ]- Agora é minha vez, demônio. O paladino estreitou seus olhos, enfurecido pela atitude de Nickolas e então entoara algumas palavras para que todos pudessem escutar. - Não se acanhem, paladinos! Somos a Ordem do Punho de Prata, não importa o que acontecerá a Luz Prevalecerá! Conforme as palavras eram ditas o martelo de Arthas acendera como uma lâmpada crepitando uma energia amarelada, sua armadura também pareceu reagir ao entonar.






Rapidamente, o paladino alcançou Nickolas visando desferir um potente ataque na direção do peito do espadachin. Tal ataque seria tão abrupto que faria com que KuroNick fosse arremessado por cima da silhueta de Helena se esta ainda permanecesse ali após o ataque e então atingiria a casa mais próxima. Se Nickolas era bom e KuroNick mal, a silhueta daquele que agora estava sob titulo de Rei seria gravemente ferido enquanto a Nickolas não aconteceria nada. KuroNick seria arremessado na direção de um casebre em chamas com extrema velocidade. A luz que o havia atingido faria seu corpo queimar e KuroNick poderia sentir os ossos de sua caixa torácica trincar consideravelmente sentindo um enorme aperto em seu peito.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
David D. Jones
Omega Game Master Design
Omega Game Master Design
avatar

Mensagens : 417
Data de inscrição : 02/07/2014

MensagemAssunto: Re: WoW - Onde Tudo Começa   16.04.16 14:42

Arthas, por sua vez permanecia parado, ofegante pelo ataque desferido com sua marreta de haste estendida apoiada no solo começando a direcionar-se para onde Nickolas havia caído, arrastando sua arma como um ceifeiro arrasta sua foice para abatê-lo.


[ Jaina ]- Arthas, não! Talvez tenha outra forma, esse rapaz claramente não é o paladino que conhecemos, ele deve estar sob algum efeito da magia vil de Kelthuzad, eu não sei ao certo.


[ Arthas ]- Paladinos! Preparem-se para a Execução! Vociferou Arthas, farto de uma batalha sem qualquer fundamento. Ele estava cansado, exausto e enfurecido por tantas pessoas terem sido perdidas naquele lugar. Os paladinos que estavam espalhados no lugar começaram a se juntar rapidamente, erradiando uma luz crepitante de suas armaduras.


[ Uther ]- Arthas, isso não é certo! Exclamou o velho paladino. - Devemos conter nossa fúria, seja lá onde pretendes empregá-la. Este não é o caminho que decidimos servir. Deve haver alguma outra forma de salvar o garoto, já perdemos vidas demais com isso!


O príncipe permaneceu em silêncio mas ainda assim continuara seus passos em direção aonde Kuro/Nick havia caído.


[ Arthas ]- Tsc...Você! Nickolas! Se insistir em continuar com essas atrocidades será julgado aqui mesmo por crimes de tentativa de homícidio contra a coroa de Lordaeron, contra o Líder dos Paladinos da Ordem do Punho de Prata e seus Afiliados! Arthas suspirou pesarosamente. - Jaina, veremos se o que diz é verdade, se há algum mal dentro dele, ele haverá de ser suprimido agora mesmo! Paladinos da Ordem do Punho de Prata, roguem a luz para que o mal neste rapaz seja suprimido e extinto!


Acreditando-se tratar de uma espécie de maldição emanada por Kelthuzad, todos os paladinos concentrariam suas preces em direção a KuroNick e certamente se Corrigan lá estivesse poderia sentir os efeitos da luz percorrer sua consciência e então seus poderes se tornarem um pouco mais amplos proveniente a limitação da consciência de Nickolas e Kuronick.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
David D. Jones
Omega Game Master Design
Omega Game Master Design
avatar

Mensagens : 417
Data de inscrição : 02/07/2014

MensagemAssunto: Re: WoW - Onde Tudo Começa   16.04.16 14:43

I N F O R M A Ç Õ E S

E aí pessoal, tudo bem com vocês? Gostaria de pedir desculpas pelo atraso na atualização, estava com alguns problemas em off e mal tive tempo de chegar no pc kkkk Muito bem vamos lá!

1: Corrigan, se ensejar adentrar mesmo a consciência de Nickolas tenha em mente que seus poderes lá não serão nada divinos. Você tem poder mas quem manda lá é o Nickolas e ele é imune a controle mental.

2: Nickolas, tenha em mente que eu permiti a entrada do Corrigan na sua consciência, porém, ele está com os poderes restritos e leve em conta  que com a prece à Luz dos paladinos o Corrigan se torna sujeito a luz também.

3: No ataque de Helena, Nickolas, leve em consideração que ela está quase que usando um especial, portanto, ela está bem forte e além da capacidade humana. Não tão forte quanto Thassarian mas ainda assim consideravelmente forte.

4: A batalha interna entre Nickolas, KuroNick e Corrigan podem ocorrer sem minha interferência, portanto se quiserem fazer mais de uma postagem até a atualização tudo bem e eu postarei o veredito final, desde que, Nickolas aceite ser “resgatado” e Kuro/Nick novamente aprisionado. Claro, reviravoltas acontecem e você pode não aceitar isso ou fazer o KuroNick se passar por Nickolas, fica totalmente a seu critério. Não me importo de ter na quest um espadachin assassino viciado em combates, afinal, terão muitos combates pela frente.

5: Pessoal, como Kelthuzad morreu já estamos próximo a fase de Stratholme então prepare-se e levem em consideração que todos, desde o principe, estão exaustos pela batalha e pela utilização dos poderes. Estão irritados, ofegantes e cansados, vocês tem andado durante dias e não se alimentado direito, fora o fato de que, adormecer em uma dimensão completamente estranha ( com exceção de Corrigan ) é exaustivo para humanos.

6: Corrigan, eu peço pra ti, mesmo que por mp, me mande se possível uma extensão dos poderes do Corrigan, ele é muito forte pelo visto e eu preciso saber com que tipo de char estou lidando. Eu não tenho afinidade com o universo do teu personagem então peço um pouquinho de compreensão comigo :3


Prazo para os Jogadores: 26/04/2016
Prazo para o Narrador:  28/04/2016
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Nick Bartowski
Jogador assíduo
Jogador assíduo
avatar

Mensagens : 323
Data de inscrição : 15/11/2014
Idade : 21
Localização : Las Vegas / USA

MensagemAssunto: Re: WoW - Onde Tudo Começa   17.04.16 11:12



Corrigan adentrou aos domínios mentais de Nick, um mundo repleto de prédios em posição horizontal e completamente rodeado de água, ele podia perceber que o topo dos prédios estava desabando, pedaços caindo para todos os lados, de forma lenta graças a toda água. Mesmo sendo um lugar completamente alagado o Deus da Ira conseguiria se mover lentamente, seus ouvidos podiam perceber sons provindos de batalha, para ser mais exato o choque entre laminas não muito longe dali. A aproximação confirmaria o fato, alguns prédios longe dali podia-se ver Nick e sua contra parte, em uma feroz batalha sincronizada, algo que parecia ser ensanhado porem não havia nada disso, por seres um só ambos sabiam exatamente o que o outro faria, apesar disso, Nick era que parecia estar machucado, cheio de cortes pelo corpo e principalmente na altura do ombro sangrava de forma mais acelerada.



Nick tentou investir pela esquerda, o golpe ia da altura da barriga até o olho do seu inimigo mas o bloqueio veio antes da lamina passar pelo ponto inicial de corte, ambas pararam por um momento, Nick e Kuro se encaravam de forma tensa, dava pra sentir o igual poder de ambos emanando mesmo de longe. Então, cada um pulou para o seu lado, tomando distância. - HAHAHAHA, não importa quanto você lute, rei, eu já matei todos os seus companheiros, e agora vou destruir toda essa terra que tenta defender. - Kuro parecia confiante, apontava a lamina na direção de Nick, esse que apenas ouvia, olhando bem ele até parecia mais cansado que sua contra parte, estava ofegante e tentando resistir a dor dos golpes que Kuro levava lá fora, ambos podiam sentir os impactos e poderes porem era Nick que tinha a menor resistência. - Tsc, onde está amaterasu!? - Kuro riu, empunhando a lamina novamente. - Eu e você somos um só, se eu sei a resposta, você também sabe! - E novamente veio para o ataque, Nick defendeu os golpes de maneira rápida, antes mesmo do reencontro das laminas Nick já sabia onde podia defender mas seu corpo ficou mais lento e um dos golpes atingiu seu olho esquerdo, no resto da sequência o pirocinetico defendeu o golpe e deu outro passo para trás sentindo a dor de seus olhos.



- VOCÊ NÃO TEM A VISÃO, FORÇA, VELOCIDADE E NEM A CONFIANÇA, COMO PODE TENTAR ME VENCER DESSA FORMA, REI? TODOS OS SEUS FAMILIARES ESTÃO MORTOS, SUA FILHA, SUA ESPOSA, SEUS COMPANHEIROS DE BATALHA, O SEU MUNDO! E AINDA VOCÊ FRAQUEJA! VOCÊ É UMA PIADA! - Nick ouvia todas as palavras de Kuro, ele sabia que tudo aquilo era verdade, se não fosse a tentação de ter todo seu mundo de volta em apenas um instante aquilo não teria acontecido, talvez kuro falasse a verdade sobre o mundo externo, talvez ele estivesse mentindo, não dava pra confiar na palavra do mesmo. - VOCÊ MERECE MORRER! - Kuro investiu, Nick sabia o que ele pretendia fazer, sabia exatamente onde ele pretendia atacar, fechou os olhos e se concentrou no foco do ataque, todos os seus instintos disseram que ele podia se livrar daquele golpe. Porem...



- Você está certo, talvez eu mereça tudo que aconteceu comigo. - Nick disse, sentindo a espada que havia atravessado o seu corpo. - Porem, se tem uma coisa que aprendi enquanto homem é que vale tudo para tentar corrigir os meus erros, mesmo que só eu esteja vivo, irei terminar a missão que me foi dada, não importa quantas vezes isso aconteça e sempre vou voltar ao controle, eu SEMPRE serei o REI. - Os olhos de Nick ficaram alaranjados, as orbs em chamas extinguiram a dor que ele sofria naquele momento. Kuro sorriu, parecia feliz de alguma forma, seu corpo foi desaparecendo aos poucos. - Já era hora de descobrir onde ela estava. - Ambos podiam sentir O poder da deusa do Universo de volta em suas veias. " Você abdicou de tudo para tentar voltar a antiga vida, mesmo sendo mentira, darei a você outra chance Nickolas, não haveria uma terceira. " Corrigan sentiu algo sugando sua forma para fora do que seria a mente de Nick, logo ele voltaria ao campo de batalha.

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Nick Bartowski
Jogador assíduo
Jogador assíduo
avatar

Mensagens : 323
Data de inscrição : 15/11/2014
Idade : 21
Localização : Las Vegas / USA

MensagemAssunto: Re: WoW - Onde Tudo Começa   17.04.16 11:20

O golpe do príncipe jogou o corpo de Nick contra outro dos casebres em chamas, o golpe havia quebrado boa parte dos ossos do corpo do pirocinetico, que destruiu a casa com a queda, isso fez com que a mesma desabasse em cima de Nick e toda a chama passasse a curar aquele que antes foi Kuronick. A coloração branca de sua pele foi sumindo aos poucos, tomando uma tonalidade normal, ele ainda acabaria ferido, tanto pelos ritos que os paladinos cantavam, todo o poder concentrado fazia o corpo de Nick pegar fogo, de uma forma que nem mesmo ele era imune, exatamente a sensação quando caiu no lago congelado do Instituto, na sua época de aluno. Quando tudo acabou, o que restou de Nick foi seu corpo, sem forças e ainda sim ferido, sendo curado pela fogueira que os destroços da casa haviam gerado, ele estava inconsciente e sangrava em maior parte do corpo.

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Detetive Corrigan
Participativo
Participativo
avatar

Mensagens : 20
Data de inscrição : 13/01/2016
Localização : Entre o céu e a terra

MensagemAssunto: Re: WoW - Onde Tudo Começa   18.04.16 20:25

A batalha contra o necromante havia chegado ao fim, a perda do controle de um dos integrantes da jornada em que aquela equipe estava venho em seguida. O diplomata olhava aqueles guerreiros se defendendo, eles realmente eram poderosos e aquilo conquistou a chama da batalha na entidade universal Espectro. E mesmo assim ele sentia que aquele não era o fim.

Anteriormente


— Você tem um poder fenomenal, não tem? Kuro age de forma insana e desordenada e neste momento é primordial agirmos juntos. Vamos tirá-lo de ação.


_Verei o que posso fazer, estarei junto de você a todo momento. Pense em mim caso a saída daquele lugar seja dificultosa.


As palavras proferidas pela Irá de Deus vem de no caso a alma de Nick ter ido para outro plano, como o inferno. Se Espectro for parar lá a saída dele era com auxilio de uma fé a mais, uma simples fagulha de pensamento já era o suficiente para a Ira de Deus achar o caminho de volta.



Era as palavras de Helena que reluzia com o auxilio da luz, Espectro compreendia aquele poder, e sabia que aquela entidade era o Deus daquela realidade, e, a fé de uma entidade criada pela irá de Deus é facilmente compreendida por outros Deuses. O Diplomata em sua forma fantasmagórica alça um rápido voo se transformando em uma fumaça esverdeada adentrando os olhos de Kuronick, Agora Espectro estaria na mente do rapaz.



Na mente de Nick, Espectro via o alvoroço que ali estava, já sabia que aquilo era causado pela predominância em controle do corpo de Nick, o mesmo  fecha seus olhos e encontra os fios das almas de ambos, aquelas não eram fitas e sim eram correntes se se moviam em um agito incessante, o que despertou a curiosidade em Espectro. Seguindo tais correntes ele se depara com a luta entre os seres interiores, observando o que ocorria ali, o Diplomata sentia que algo alem daquelas duas almas em batalha também residia em tal mente. e com um susurro Espectro toma a sua decisão ao olhar bem para aquele que estava perdendo a luta.

_Esta tudo sobre controle.

De volta ao plano real Guiado por aqueles que rogaram a luz e a Helena(se no caso ela ajudasse no pedido feito por Espectro). Corrigan se retira de dentro da mente de Nick, que começa a se tornar o guerreiro que era a primeira vez que Corrigan o viu.

_Ele é mais forte do que podemos observar, ah confusão neste guerreiro mas é algo que ele tem que aprender a controlar, se isso não for possível ele mesmo encontrará a sua ruína, é como se ele estivesse o poder da justiça e da loucura em si. - O Diplomata  retorna a sua forma física, exibindo sua enorme túnica verde que cobria seu corpo albino. - Príncipe Arthas sua... A senhorita Proudmore estava certa, ele não estava sobre efeito da magia de Kelthuzad, e sim tinha algo a mais nesse rapaz, tem mais de uma personalidade dentro dele, cabe a ele aprender a lidar com isso. Nesse exato momento creio que uma pausa para repor as energias e curar as feridas, seria o melhor que o senhor quer para seu exercito.


Corrigan pegava o corpo de Nick em seus braços  para que os hematomas do espadachim não se ampliem e estava disposto a seguir em frente com as ordens do príncipe, seja elas quais forem.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Helena 2
Participativo
Participativo
avatar

Mensagens : 27
Data de inscrição : 29/12/2015

MensagemAssunto: Re: WoW - Onde Tudo Começa   25.04.16 22:37

Nunca em minha vida tive tanta convicção ao agir, ao “atacar” Nick depositei toda minha crença na luz e percebi a retribuição. Ela circulava meu corpo como algo divino, imensurável e poderoso. Atingi o corpo de Nick e acredito que de alguma forma ajudei o que veio depois acontecer. Não sentia cansaço, mas sim uma leve paz interior. Enquanto refletia sobre o que acabará de acontecer, vi a reação de Arthas, refleti sobre cada palavra dita por ele e não tive dúvidas, atenderia ao pedido de Arthas.

As palavras de Corrigan adentraram minha mente e fiz o que solicitaram. Olhei Thassarian mais uma vez, pisquei algumas vezes e abri meu coração e mente, deixei a energia fluir por mim e roguei a Luz, que ela revelasse a verdade, que Nick voltasse a ser o rapaz que eu conheci anteriormente.

Demorei a abrir meus olhos, achoque me faltava coragem, mas quando, enfim, os abri, pude ver que havia ajudado na recuperação de Nick, Corrigan o segurava e conversava com Arthas e Jaina, não ousei me aproximar de Corrigan nem Nick, mas fui até Thassarian, falei baixo.

— Você brilhou tão forte quanto um Sol. Está tudo bem com você?

Olhei o rapaz de soslaio, ele era meu guia ali e onde quer que ele fosse eu iria também. Diferente dos demais, não sentia a fadiga da luta, não queria descansar, mas sei que era preciso.

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
David D. Jones
Omega Game Master Design
Omega Game Master Design
avatar

Mensagens : 417
Data de inscrição : 02/07/2014

MensagemAssunto: Re: WoW - Onde Tudo Começa   28.04.16 16:12

Pessoal, Boa Tarde, peço mais algum tempo para poder trazer a atualização. Estou com problemas em off e infelizmente não tenho encontrado tempo para sentar na frente do pc para digitar a atualização. Conto com a compreensão de todos. Obrigado.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
David D. Jones
Omega Game Master Design
Omega Game Master Design
avatar

Mensagens : 417
Data de inscrição : 02/07/2014

MensagemAssunto: Re: WoW - Onde Tudo Começa   07.05.16 14:40

O Fim do Combate



Nickolas enfim havia conseguido subjugar aquele que estava em seu interior. Para os paladinos, que ansiavam que a Luz conseguisse suprimir sua férrea vontade, continuavam a rogar pela cobertura da Luz, continuavam a rogar para que Nickolas, sendo um paladino, retornasse a devida consciência. Uther, Arthas e Thassarian mantinham-se agora calados, aguardando o que dali se seguiria. O espadachin haveria de levantar-se após ter levado ferimentos consideráveis em seu corpo? Por mais que o jovem espadachin fosse poderoso, certamente ele não aguentaria o poder de três paladinos em conjunto, não naquele momento.

Corrigan, por sua vez, parecia ter obtido êxito na análise interior de seu parceiro, não demorando mais do que alguns minutos para que se reportasse ao principe, que, embora ofegante pela série de ataques desferidos, inflou ar para seus pulmões lentamente com intuito de normalizar sua respiração mas ainda assim não deixando de manter a atenção fixa na Ira de Deus.


[ Arthas ]- Agradeço seus esforços, Diplomata mas temo que infelizmente não possamos parar agora. Disse Arthas em tom áspero visto que, por mais que as palavras de Corrigan explicando o que havia ocorrido chegassem em sua ciência, Nickolas estava longe agora de ser considerado alguém confiável graças ao seu transtorno de personalidade, ao menos, era o que Arthas acreditava. - Coloque-o em cima de um dos cavalos, realizaremos as bandagens necessárias aos ferimentos de Nickolas e rogaremos a Luz para que ela o aceite ainda com este problema. Não podemos parar agora, sei que todos estamos cansados mas há uma cidade logo a frente que depende de nossos esforços para que seja salva. Stratholme é a maior cidade humana que temos conhecimento e é imperativo que mantenhamos os habitantes a salvo.


[ Uther ]- Arthas, por mais que tenhamos um dever como paladinos, de que adianta chegarmos em uma cidade e não termos condições de salvar ninguém? Por pouco o grupo em que você estava não pereceu graças a sua atitude de querer resolver tudo sozinho.

[ Arthas ]- Eu fiz o melhor que tinha com os companheiros que tinha, Uther. E eles foram totalmente capazes de lidar com a situação.


[ Uther ]- Eu percebi garoto, quase foram mortos e por pouco não o foram. Se Jaina não estivesse aqui, certamente Lordaeron estaria orfão neste momento.


[ Arthas ]- Parece fácil falar quando se tem cerca de 10, 15 paladinos as suas costas, não é mesmo Uther?


[ Uther ]-.... O velho homem suspirou pesadamente. Por mais que a discussão que tivesse tido com Arthas naquele momento o deixasse irritado, certamente ele poderia ver o zelo com o qual Arthas tinha com as pessoas mas naquela cidade em si, ninguém havia sido salvo mas o mal havia sido combatido.


[ Arthas ]- Eu afirmo que devemos seguir a Stratholme imediatamente, coloquem os feridos sob os cavalos e roguem a Luz para que fechem os ferimentos, posteriormente, realizem as bandagens próximo a Stratholme, não sei o que nos aguardará lá mas quero que aquela cidade seja salva hoje. Estão de acordo paladinos?! Vociferou Arthas.


Enquanto isto ocorria, Helena havia se aproximado de Thassarian que estava igualmente ofegante por ter utilizado em demasia os poderes da Luz. O comentário da garota fez com que o homem não se contivesse soltando uma gargalhada logo em seguida enquanto desviava seu olhar para a garota. -AAHAHAHAHAHAH realmente, Helena, realmente, parece que hoje foi meu palco aqui. Disse enquanto ainda ria.- E pelo jeito, por mais que eu não estivesse acostumado a usar a Luz desse jeito, ela me agraciou bem graças aos meus esforços, quem sabe o principe não me promova em breve. E você, como está?Não era apenas eu que estava brilhando não. Disse em meias palavras ainda esboçando um sorriso para a garota enquanto embainhava suas espadas. - Pelo jeito o Princípe vai querer seguir em frente. Isso é bem a cara dele, não devo negar, impulsivo desde criança mas tem lá seu crédito. Disse Thassarian agora já consegindo recompor-se da gargalhada.- Espero que esteja tudo bem em Stratholme até nossa chegada...estou preocupado com as pessoas de lá, talvez Uther esteja errado dessa vez.


Enquanto a conversa entre a dupla ocorria, três paladinos se aproximavam de Corrigna, indicando um grande corcel para colocar o corpo de Nickolas que jazia inerte. Ambos correram em direção a alguns casebres de madeira que por sorte não haviam pego fogo e então tentaram fazer uma carroça drásticamente improvisada para que carregasse o corpo de Nickolas e com isso, eles tivessem tempo de curar seus ferimentos ou ao menos, tentar amenizar a maioria deles.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
David D. Jones
Omega Game Master Design
Omega Game Master Design
avatar

Mensagens : 417
Data de inscrição : 02/07/2014

MensagemAssunto: Re: WoW - Onde Tudo Começa   07.05.16 14:46

Em tempos anteriores, uma Carta escrita por Uther.

 Mimblis, Saudações, meu amigo. Eu espero que a Luz o encontre bem. 


O jovem Arthas me enche de esperança. Recentemente ele se tornou um paladino por completo, e é quase tudo o que eu esperava em um Cavaleiro do Punho de Prata. Ele é forte e poderoso, com uma devoção ao seu povo que chega à nível de zelo. Ele é um bom paladino e será um ótimo rei quando nosso amado Terenas nos deixar. Arthas tem que crescer um pouco, então eu espero que o Rei Terenas fique conosco por algum tempo.
A única coisa que me incomoda sobre Arthas é que ele tem essa qualidade perturbadora.  As vezes, no treino, eu o vejo indo um pouco além quando treinando. Ele é tão dedicado a vencer a disputa que ele esquece que é só um treino. Falta controle; Eu suponho que seja um senso de crueldade debaixo de seu exterior honroso. Eu tenho total confiança de que ele usará essa dedicação para lutar pelo seu povo, e eu estou ansioso para testá-lo. Uma vez que ele matar, eu posso começar a ensiná-lo sobre controle. Eu não quero para controlar seu poder ainda, até que eu possa ver o que ele é capaz.
Arthas ama muito seu povo. Nós recentemente visitamos algumas das vilas mais pobres fora de Lordaeron, curando aqueles que precisavam. Eu queria testar seus poderes de cura, e também como ele interagia com seu povo além dos nobres ricos da cidade. Ele teve dó das pessoas, chorando por uma mulher cuja a perna havia sido perdida em um ataque de lobos. Depois de curar sua dor, ele cavalgou atrás do lobo. Ele matou três, e trouxe suas peles para a mulher, para que servissem de cobertor. Eu me comovi, mas novamente, fiquei um pouco alarmado por sua obstinação. Ela ficou agradecida, e como estávamos lá para curar os doentes e os machucados, nosso trabalho havia sido completado.
Seu relacionamento com Jaina Proudmoore é um para eu ficar de olho. Lordaeron nunca teve uma maga como rainha, mas se ela e Arthas casarem, é essa a situação que teremos de encarar. Talvez será uma boa união de magia e política, ou pelo menos aproximará magos e paladinos. Eu os observarei com cuidado. Uma coisa boa sobre Jaina é que ela amolece a cabeça dura dele. Enquanto ele ataca seus obstáculos com uma mente firme e persistente, ela é mais diplomática e inteligente em sua abordagem, enquanto Arthas pode simplesmente martelar alguma coisa até ela desintegrar. Eles farão uma união forte: Ele é a lâmina nua de uma espada, e ela é um punho em uma luva de veludo. Eu tenho certeza de que eles receberão suporte do público, eu eu darei meu suporte a eles também. Eu vejo Arthas treinar nos campos, ele aguenta qualquer coisa. Ele ataca com uma determinação que eu sei que ele aplicará a tudo na vida, seja um confronto físico ou político. Rei Terenas tem um bom filho. Eu tenho total confiança em Arthas. Sim, ele tem muito a aprender, mas não temos todos? Ele vai superar suas fraquezas e se tornar um rei sábio, no seu devido tempo.
Estou ansioso pela nossa viagem à Stratholme
— Uther 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
David D. Jones
Omega Game Master Design
Omega Game Master Design
avatar

Mensagens : 417
Data de inscrição : 02/07/2014

MensagemAssunto: Re: WoW - Onde Tudo Começa   07.05.16 14:51

O Caminho para Stratholme



A cavalgada até Stratholme fora silenciosa. O trotar dos cavalos em meio o solo podiam ser escutados mas sequer uma palavra havia sido pronunciada pelo principe desde o que ocorrera com os habitantes na cidade anterior. Que horrores estariam aguardando-os naquela cidade que segundo Kelthuzad já havia sido amaldiçoada? Que horrores aguardariam uma série de vidas pacíficas realizando seus afazeres? Arthas mantinha-se atado a uma das rédeas de seu corcel e sua expressão não era das melhores. Jaina, por outro lado, apesar de ser uma proeminente aprendiz do Conselho de Magos da Cidade de Dalaran conhecido como Kirin Tor demonstrava exaustão em sua expressão. A pele da garota jazia pálida pelo excesso de utilização de energia arcana e suas mãos apenas seguravam de maneira suave as rédeas de seu cavalo. Uther, por sua vez, o líder dos paladinos da ordem do punho de prata mantinha-se com uma das mãos a coçar sua barba de maneira suave. O peso de sua idade também lhe tirava boa parte do ânimo. Todos estavam exaustos e alguns outros ainda encontravam-se feridos. A Luz fazia com que ferimentos fossem estancados e a maioria dos pequenos cortes se tornassem extintos mas isso consumia grande parte da energia de quem a utilizasse, de quem rogasse por sua bênção e certamente, com Thassarian, que havia se esforçado ao máximo não seria diferente. Embora postura do homem fosse claramente imponente como de costume, ele também estava exausto com sinais claros de fadiga, no entanto, Arthas havia decidido continuar e Uther certamente o havia seguido, aquele era um problema que afetava toda a sociedade humana e a coexistência da mesma estava em perigo diante do grande mal que estaria por vir.


O grupo cavalgou por 2,3 horas ininterruptas, o entardecer já havia alcançado seu ápice mas não tardariam em chegar nos portões de Stratholme. Em um dos vários caminhos possíveis para se percorrer até a cidade, aquele ao qual Arthas havia escolhido estava calmo, como se nada houvesse acontecido, os cavalos haviam diminuído seu trotar por conta da exaustão igualmente seus cavaleiros mas aquilo era necessário, aquilo deveria ser feito, a cidade de Stratholme deveria ser salva. Conforme o grupo avançava o entardecer cada vez mais parecia começar a ter seu final aproximado e com isto a visão dos grandes portões de Stratholme, uma das duas entradas do lugar, sendo esta a principal, estava ao alcance dos olhos de todos, nele, dois guardas pareciam a postos, com suas pesadas armaduras e expressões típicas de quem havia pego um longo turno desde o amanhecer. Arthas, decidiu aproximar-se a frente dos outros, sua expressão não era, como dito, das melhores, o que estava passando em sua mente após ver vários dos seus tomado por uma energia desconhecida?


[ Guarda ]- Alto lá! Quem chega? Indagou o guarda, retratando-se após a pergunta feita, notando um selo de lordaeron no cavalo em que Arthas estava. - Meu príncipe, desculpe, a viseira de meu elmo atrapalha as vezes.


Arthas achou estranho a princípio o guarda estar perfeitamente normal, ele suspirou de maneira pesarosa e desviou o olhar aos demais.

[ Arthas ]- Guarda, gostaria de saber se os carregamentos da cidade vizinha já chegaram. Indagou o príncipe.

[ Guarda ]- O quê? Ah sim..sim..chegaram pela manhã, jovem príncipe, todos os habitantes de Stratholme já receberam seu devido quinhão pela manhã. Apenas os guardas que estão de vigia assim como eu não tomaram ainda o quinhão que nos pertence. Disse o Guarda quase em pronta resposta ao paladino.

[ Arthas ]- Guardas, reunam aqui todos os guardas que ainda não pegaram seu quinhão imediatamente.

[ Guarda ]- Mas princípe, qual a necessidade desta ordem?

[ Arthas ]- Apenas faça. Disse o princípe em tom áspero olhando em direção aos dois guardas que haviam partido a seu comando. - Uther...

[ Uther ]- Para que reuni-los Arthas? Tudo parece bem.

[ Arthas ]- Os carregamentos da cidade vizinha, Uther, já chegaram aqui isso significa que toda a cidade pode estar em um processo de corrupção graças a maldição de Kelthuzad, precisamos expurgar a cidade imediatamente e os guardas que ainda não consumiram os grãos corrompidos, certamente vão nos ajudar, é uma dura decisão, mas o certo deve ser feito.

[ Uther ]- Você perdeu sua sanidade, Arthas?! Vociferou Uther ainda sob sua montaria olhando atentamente pra Arthas após atiçar o cavalo para avançar próximo ao principe. - Você não pode fazer isso, Arthas, expurgar uma cidade inteira sob apenas palavras de que um necromante disse que havia feito, talvez ele esteja mentindo sobre isso.

[ Arthas ]- Não seja ingênuo, Uther, até mesmo você é capaz de sentir que há algo errado nessa cidade, não seja tolo a este ponto. Não questione a minha ordem, paladino. Como futuro Rei de Lordaeron eu ordeno que você expurgue a cidade..

[ Uther ]- Você não é meu Rei ainda, garoto, e sobre a ordem dos paladinos do punho de prata eu sou seu superior! Vociferou Uther olhando ferozmente em direção a Arthas.

[ Arthas ]- Eu prefiro matar todos do que vê-los se tornarem uma dessas coisas e tenho certeza que muitos concordam comigo.

[ Jaina ]- Não faça isso, Arthas..

[ Arthas ]- Pelos poderes investidos em mim como sucessor do trono de Lordaeron, eu o desabilito de suas funções paladino. Retire-se daqui imediatamente e mais tarde você será julgado pela corte por descumprir ordens diretas. Leve seus paladinos com você e aqueles que tiverem coragem de seu salvar seu povo a um alto custo, me acompanhem e permaneçam.

[ Uther ]- O Rei saberá sobre isso, moleque. O que aconteceu com você, perdeu a sanidade? Paladinos! Vamos nos retirar imediatamente, não compactuamos com homicidas em massa. Disse Uther em pesarosas palavras. Diversos paladinos começaram a voltar suas costas para o príncipe enquanto outros tantos pareciam se juntar as ordens do principe. Thassarian, embora aparentemente levemente contrariado com o que havia acabado de acontecer, desviou o olhar em direção a Helena por alguns instantes e em sequência, atiçou seu cavalo em direção ao principe, colocando-se ao lado do mesmo. Razius, Darius e Ravor, paladinos de alto escalão deram as costas ao principe.

[ Uther ]- Eu esperava mais de você, Arthas. Disse Uther pouco antes de atiçar seu cavalo para começar a partir.

[ Arthas ]- Talvez, Uther, quando decidir fazer o que precisa ser feito em nome da humanidade, aí sim, muitos dos seus o seguirão, você não tem um peso de um reino, de uma raça toda em suas costas, isso precisa acabar aqui.

Quando Arthas menos esperou, haviam cerca de 8 paladinos, incluindo Thassarian, ao seu lado, Jaina estava para seguir Uther e o principe não hesitou em questioná-la.

[ Arthas ]- J-jaina...?

[ Jaina ]- Sinto muito, Arthas, não posso ver você fazer uma coisa dessas, é...é...insano.

[ Arthas ]-...... Sem dizer uma única palavra sobre o comentário de Jaina, Arthas movimentou as rédeas de seu cavalo, dando as costas ao grupo de 13 paladinos, Uther e Jaina que pareciam ir embora. Ele estava abandonado com um fardo maior do que poderia carregar, uma cidade inteira havia caído sobre a corrupção de um necromante, homens, mulheres e crianças haviam sido subjulgados por uma terrível maldição e agora ele jazia abandonado por Uther e o grande amor de sua vida, o que aconteceria com um coração partido de várias maneiras diferentes naquele entardecer? Arthas suspirou pesarosamente olhando em direção a Helena, Nickolas e Corrigan, ele ansiava por sua resposta, seguiriam o paladino ou o deixariam tal qual Uther e Jaina o fizeram?

Uma cidade está próxima a corrupção, isto se já não estiver, muitas pessoas estão próximas a se tornarem aberrações mortas-vivas e Arthas acredita veementemente que o expurgo da cidade, a eliminação de todos, é necessária pois prefere ver aqueles de sua raça mortos à servidão de um dreadlord segundo Kelthuzad, chamado Mal'ganis. Ele está certo? Ele está errado? Cabe a vocês fazer uma escolha, seguir com Uther e Jaina ou permanecer ao lado de Arthas. Façam sua escolha a história prosseguirá. Seria errado então um princípe zelar pelo seu povo? Princípios referentes a isso, princípios em que a humanidade deve ser salva, muitos morrem mas a maioria deve sobreviver, quais vidas devem ser julgadas mais importantes? Quem são os mais importantes? Uther e Jaina estariam certos em ir contra o veredicto do principe?Ou então, Arthas estaria certo em querer expurgar toda a cidade para que a maioria se tornasse livre da mácula de Kelthuzad? Quantas cidades não somente o necromante mas outros emissários como ele já haviam sido ceifadas? Qual seria o verdadeiro propósito disso?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
David D. Jones
Omega Game Master Design
Omega Game Master Design
avatar

Mensagens : 417
Data de inscrição : 02/07/2014

MensagemAssunto: Re: WoW - Onde Tudo Começa   07.05.16 14:54

Informação Extra

Verão. Calor. Armadura fechada e pesada. O príncipe de Lordaeron achava que ia cozinhar a qualquer momento. Mas era um dia especial. Aos 19 anos, Arthas seria iniciado como paladino da Ordem do Punho de Prata.

“ -Você, Arthas Menethil, jura defender a Honra e o Código da Ordem do Punho de Prata?
Arthas pisco, momentaneamente surpreso pela falta de título agregado ao seu nome. - Claro-, ele pensou- Estou sendo iniciado como homem e não como principe.
-Eu juro.
-Você jura caminhar na graça da Luz e espalhar sua sabedoria para seus semelhantes?
-Eu juro.
-Você jura extinguir todo o mal não importa onde ele se encontre, e proteger os inocentes com sua própria vida?
-Eu j....Pelo meu sangue e minha honra, eu juro. “
( Arthas: Rise of the Lich King, Capitulo 5 )


“ Eu sabia disso todos esses anos. - Ele disse.S-s-sabia o que? - Jaina havia sido acertada com tantas bolas de neve que, mesmo nesse final de verão, estava com frio. Arthas a sentiu tremer e então a apertou em seus braços com mais força. Jaina sabia que ela deveria se afastar; um abraço espontâneo e amigável era uma coisa mas ficar abraçados era outra.No dia em que te vi, eu pensei que essa seria a garota com quem eu poderia me divertir. Alguém que não ligaria de nadar num dia quente , ou...- Ele se afastou um pouco, tirando alguns pedacinhos de neve do rosto dela,ou- Ou tomar uma bola de neve na cara. Eu não te machuquei, machuquei?
( Arthas: Rise of the Lich King, capitulo 6 )



I N F O R M A Ç Õ E S

Pessoal!!!! PERDÃOOOOO a demora para atualizar. Como disse, problemas em off e a maioria deles é familiar mas não quero encher a paciência de vocês com meus problemas. Sei que tenho um compromisso e peço desculpas pelos atrasos frequentes que estão ocorrendo de minha parte. Essa atualização não tem muitas imagens, tem conteúdo! Uma história também precisa de pausas para rechear suas mentes com afeição pelo personagem e entender um pouco as motivações de Arthas.

Eu estou pensando em trazer a cada atualização pequenas frases do livro para que vocês possam ir acompanhando, claro, em off, a juventude do Arthas, estão de acordo? Poderiam me responder no chat? Serão trechos curtos que eu irei trazer em cada atualização até chegar o momento derradeiro.

Vocês estão agora diante de uma escolha, seguir Arthas, seguir Jaina ou então seguir Uther. Sim, eles se separaram, então cada um está indo para um lado diferente. Jaina retornaria para Dalaran, a cidade dos magos, mas isso não vai acontecer. Uther, por sua vez, retornará para Lordaeron para falar com o Rei e Arthas, bem, como ele mesmo disse, a cidade deve ser expurgada. Peço encarecidamente que leiam com calma a atualização e eu deixarei desta vez o prazo aberto até 22/05/2016, visto que, essa atualização ficou meio grande e eu quero que pensem com calma quem decidirão seguir. Cada decisão de vocês a partir de agora acarretará numa quest diferente e vocês poderão avançar no tempo.


Se decidirem seguir Arthas: Expurgo a Stratholme ( Não avançará no tempo, vocês continuam de onde pararam ).
Se decidirem seguir Jaina: Horror em Stratholme - Terras de Kalimdor ( Haverá um avanço inicial de 5 dias e depois de 1 mês )
Se decidirem seguir Uther: Horror em Stratholme – Nortundria  ( Haverá um avanço inicial de 5 dias e depois de 2 meses )

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Nick Bartowski
Jogador assíduo
Jogador assíduo
avatar

Mensagens : 323
Data de inscrição : 15/11/2014
Idade : 21
Localização : Las Vegas / USA

MensagemAssunto: Re: WoW - Onde Tudo Começa   18.05.16 12:17

Seu corpo queimava, a tontura era constante e tudo que ele sentia era como se um trator tivesse passado por cima de seu corpo mais de 20 vezes, tentou levantar mas acabou sentindo que seu corpo não estava muito preparado, o comboio continuava se movendo enquanto Nick permanecia naquela pequena carroça, rodeado de curandeiros, assim que eles notaram que o pirocinetico estava vivo, todos pareceram bem incomodados, apenas tomaram rumo para fora do lugar, por um momento o espadachim ficou sem entender mas não demorou muito para as memorias voltarem a sua mente como uma bala.

Tentou levantar novamente, não sabia para onde estavam indo, apenas agarrou a barriga, sentindo a dor de suas feridas, não sabia muito bem como encarar os outros, lembrava perfeitamente do que Kuro havia feito, não era algo que eles pudessem privar um ou o outro, mas agora ele tinha voltado a ser o rei não podia contar com o poder de Kuro por muito tempo.

Quando eles pararam o barranco fez com que Nick caísse um pouco pro lado, todo seu corpo estremeceu com a dor, com dificuldade ele saiu da carroça e viu o que acontecia, uma discussão entre Arthas e Uther. O velho paladino e a maga foram tomando rumo, junto com muita gente do comboio, tomando uma direção oposta ao do Príncipe, pelo que Nick pode entender ele queria expurgar uma cidade inteira, aquilo parecia muito além do que ele e o grupo que restava poderia fazer, uma cidade inteira? Nick já havia causado problemas demais, muito tempo desprendido e quase a destruição de uma grande área daquele lugar.

Sem falar nada, Nick invocou Amaterasu e colocou-a nas costas, decidiu tomar o rumo de Uther, afinal ele chegou ali como um paladino, voltaria como um até encontrar o mago que o havia trazido para esse mundo, queria voltar para casa, mesmo que não fosse sua verdadeira casa, aquele lugar havia deixado marcas em Nick, marcas que ele não esqueceria já mais.

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: WoW - Onde Tudo Começa   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
WoW - Onde Tudo Começa
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 5 de 5Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
RPG JOGOS :: WoW - Onde Tudo Começa-
Ir para: