INTERESSADOS EM JOGAR, ACESSEM: http://orkutando.online/comunidade.php?com=2717
 
InícioFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 Quest - Fim do Princípio

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6  Seguinte
AutorMensagem
NateSummers
Participativo
Participativo
avatar

Mensagens : 72
Data de inscrição : 30/06/2014

MensagemAssunto: Re: Quest - Fim do Princípio   19.10.15 7:21


Istambul.
Em meio a batalha, Nathan ouve a comunicação de Reiner.
(Mantenha sua posição, estamos cobertos. Eu garanto) - Ele responde enquanto se desvia dos tiros efetuados por várias pessoas.  
Quando ia derrubar os atiradores restantes alguém o faz por ele. Obviamente deveria ser Kid Ômega.

Nathan olha pra Neena, certificando-se de que sua amiga está bem. Nate sabe sobre sua sorte, mas sua preocupação as vezes ultrapassa a razão.
Antes que pudesse dizer qualquer coisa o chão se abre sob seus pés e eles caem numa sala abaixo.
As correias não poderiam prendê-lo sem sua vontade, mas decide deixar rolar pra ver até onde aquele circo vai.

No final do passeio as correias são desatadas e um sujeito com cara de cientista louco começa a aplicar injeções nos voluntários o que acarreta reações adversas em alguns.
Neena se antecipa a todos, ameaçando o Doutor e o interrogando sobre o conteúdo das seringas.

(Neena, se acalme. Não queremos levantar suspeitas, posso ler a mente do Doutor e saber exatamente do que se trata, mas vou correr o risco de ser "visto" por Ômega. De qualquer forma não podemos arriscar sermos injetados com qualquer coisa.)

Nathan então se concentra pra ler a mente do médico sem desligar a camuflagem psíquica.
{ Se obtiver sucesso o Narrador me dirá exatamente do que se trata}
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Nick Bartowski
Jogador assíduo
Jogador assíduo
avatar

Mensagens : 323
Data de inscrição : 15/11/2014
Idade : 22
Localização : Las Vegas / USA

MensagemAssunto: Re: Quest - Fim do Princípio   20.10.15 17:47

Quando o suposto agente se viu pressionado revelou-se um dos invasores, Nick estava pronto para captura-lo mas o garoto tinha o poder de teleporte, isso dificultaria as coisas, assim que ele saiu Nick ativou sua visão de calor, querendo detectar onde estaria o garoto assim que ele reaparecesse, enquanto isso levou a mão ao ouvido para ouvir mais claramente o que o chefe de segurança dizia. - Um cara com teletransporte acabou de sair daqui, estou rastreando o sinal de calor, assim que ele aparecer dentro de um raio de mais ou menos 1 KM eu conseguirei detectar, estou descendo o corredor e indo pra sala do presidente. - Usar seu poder para se locomover era algo inviável nos estreitos corredores de passagens secretas da casa, usou dos atalhos que tinha visto na planta enquanto os agentes o instruíam para uma locomoção mais efetiva na defesa. Nick passou pelo detector da segurança em acelerado, adentrando ao corredor da sala blindada, assim ele conseguiu ter acesso e se deparar com uma mulher, ele não a conhecia mas o que o incomodou foi o cheiro de enxofre, algo que tinha sentido quando o garoto teleportou bem a sua frente. Deixou seu poder se manifestar novamente, criando uma propulsão em seus passos que o fizeram ir em acelerado pelo corredor blindado, a garota em passos apressados estava distante mas acada vez mais perto com a velocidade imposta por Nick, seja ela quem fosse, agente ou não, se o garoto teleportou ele passou por ali com toda certeza, ela poderia saber ou até mesmo ser um dos inimigos.

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Sasuke
Participativo
Participativo
avatar

Mensagens : 43
Data de inscrição : 11/02/2015

MensagemAssunto: Re: Quest - Fim do Princípio   20.10.15 18:15

Sasuke estava preparado para um ataque daqueles, a mulher conseguiu o atingir em cheio seu corpo, jogando ele contra a porta, o japonês acabou caindo dentro do quarto do presidente, o tal estava vazio, o que deu espaço para mulher começar a correr, porem, antes dela sair pela porta pode sentir uma leve dormência nas pernas, ela parou e agora pode sentir uma presença assustadora, como se for um ser gigantesco estivesse exercendo um peso muito grande sobre seu corpo, sussurros puderam ser ouvidos junto com uma risada de deboche. A visão da moça ficou completamente mudada, primeiro todos os tons de sua visão ficaram em preto e branco, logo depois algo como rachaduras simétricas começaram a surgir e a imagem foi se desfazendo para o que era a cena de antes, a mulher tinha suas pernas perfuradas pela espada e não conseguia se mover graças ao poder da ilusão criada por Sasuke.



Ele retirou todas as armas escondidas do corpo da mulher, se tivesse alguma, e começou seu interrogatório, avisando no comunicador que tinha conseguindo impedir uma das invasoras. - Consegui prender um deles, Ela estava indo pro quarto do presidente, mande uma equipe de extração, ela não vai pra nem um lugar mas pode ser que precise de um medico, ah e alguns lenços de papel também, acho que sujei minha roupa. - A inimiga pode perceber que um dos olhos de Sasuke agora se matinha fechado e sangrando, esse era o custo de sua habilidade, ficaria com o seu olho selado por algumas horas até poder utilizar novamente seu poder. - Então... Você pode me dizer quem mais são os infiltrados ou que mesmo esperar pra ver o que a galera do serviço secreto sabe fazer com a as colheres de apoio... - Apesar de soltar piadas e pequenos risos irônicos, Sasuke tinha que manter a dor escruciante que era ter o olho selado, era a primeira vez que usava seu novo poder, não tinha ciência dos efeitos colaterais.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Convidado
Convidado



MensagemAssunto: Re: Quest - Fim do Princípio   24.10.15 16:55

Contrária a sua sugestão, Zaira, a quem cumprimentou rapidamente, preferiu que fossem juntos, e realmente não se importava. Também poderiam ir rápido assim, já que atacando cada inimigo os três ao mesmo tempo o derrotariam mais rápido e poderiam ir mais rápido para o próximo. Mas claro, isso não poderia ser simples...já que os cinco se multiplicaram em sabe-se lá quantos, o ninja não se importou em contar. Simplesmente puxou sua espada da direita e começou a fatiar quantos pudesse, golpeando os outros com o outro braço e as pernas.
Foi quando, em meio a batalha, Zaira lhe ofereceu um blister com, segundo ela, a receita para transformá-lo em um mutante, um com um fator de cura no nível de Wolverine.
Segurando o pequeno objeto, o ninja branco não precisou pensar muito, e logo o levou até o pescoço. Sabia como aquele tipo de coisa funcionava, de seus tempos na Cobra.

- Eu odiaria fazer uma desfeita.

Disse, e levou o blister até o pescoço, logo sentindo as garras o atravessando a pele e uma queimação por todo o corpo, o fazendo apoiar a espada no chão para não cair. Mas, depois de alguns segundos estava de volta ao normal, e pendendo a cabeça para o lado, puxou com a mão esquerda seu arco, o desdobrando com um movimento e com a mão que segurava a espada, puxava uma flecha normal de cada vez - não com tanta velocidade quanto deveria, já que estava escondidas e não claramente em suas costas - alternando entre atirar algumas delas nos mais distantes, mirando sempre na cabeça para matá-los mais rápido, e fatiar e golpear aqueles mais próximos.

- Eles estão se espalhando, devem estar indo para os objetivos. Há algum jeito de cortar a energia?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Neena
Jogador assíduo
Jogador assíduo
avatar

Mensagens : 230
Data de inscrição : 30/06/2014

MensagemAssunto: Re: Quest - Fim do Princípio   31.10.15 0:00



Nova York

A cidade estava m caos total, bombardeios em vários locais, fora os estragos efetuados pelas equipes de proteção Vingadores e X-men. Os noticiários revelavam dados perturbadores e as baixas eram enormes. Num lugar afastado de toda a confusão Almasor sorria como um demente, aquilo estava saindo bem melhor do que havia imaginado. As imagens dos bombardeios estampavam todos os jornais e eram cobertos por todos os tele jornais, a cidade estava em frangalhos, mas seus habitantes não estavam interessados em se entregar com tanta facilidade. Coisas não esperavam também aconteciam, muitos dos super soldados, a maioria com fator de cura nível Wolverine, estavam morrendo, mas os que permaneciam com seu fator, fazia um estrago considerável.

Pentágono

Ruan, Zaira e Storn estavam enfrentando um soldado cuja mutação era a mesma do mutante conhecido como Madrox. Storm e Ruan aceitaram a oferta de Zaira e agora seria mais fácil para eles se entregarem as trocas de tiros. Ruan se feriu, mas graças ao fator de cura o único vestígio do tiro que levou foi um furo na roupa. Zaira viu a gravidade do que lhes aguardavam e também injetou em si o fator de cura. Cada um usou de sua habilidade para destruir a cópia mestre, porém aquela não seria uma tarefa simples. Eram muitos e a impressão que se tinha era que quanto mais eles matavam, mais apareciam Uma das cópias foi para cima de Ruan e falou em tom de deboche.

- Somos como a hidra, a cada cabeça cortada, duas novas surgem no lugar, vocês caíram em uma armadilha, tolos!

A cópia desferiu um soco na direção do abdômen de Ruan, outra arrancou um extintor de incêndio e mandou na direção de Shadow e outro mirou a cabeça de Zaira e disparou. Ao fazerem isto correram, e algo completamente inesperado foi dito pelo comunicador e no mesmo instante uma sirene toca alto, o barulho feria os tímpanos.

- Existem bombas em todo o Pentágono, são controladas a distância. Vamos evacuar o prédio, o esquadrão antibomba está a caminho.

Haviam muitos civis no local, a maioria estava desnorteada. As saídas estavam todas obstruídas. O mutante com os dons de Madrox não podia ficar ileso, afinal ele poderia, sozinho, destruir metade da cidade. Se Shadow, Zaira ou Ruan olhassem com cuidado, veriam um homem de sobretudo marrom e chapéu, ele andava tranquilamente entre os civis, não parecia preocupado com o que estava por vir.


Istambul

Reiner questionou, mas no fim aceitou receber a injeção. O enfermeiro que lhe espetou falou baixo:

- Nossos testes não são idiotas, veja aquele ali por exemplo, ainda acha que está preso.

O enfermeiro falava de Wade que estava com as mãos livres, mas se portava como se estivesse preso. A reação de Neena foi exagerada, mas sem demora ela recebeu a resposta do enfermeiro assustado à sua frente.

- É apenas um exame de sangue, colocamos a substância e em seguida vamos verificar seu sangue.

Nathan havia falado com Neena mentalmente e Neena o respondeu, mentalmente também.

- Não faça isto, vamos esperar mais um pouco.

O enfermeiro injeta o liquido no corpo de Nathan, mas diferente de Neena, Nathan sente pontadas fortes na cabeça, terá que fazer um enorme esforço para manter seu bloquei mental nos outros. Um homem adentra o lugar, ele para de frente para Wade e lhe pergunta de forma direta.

- Você é um mutante? Qual é o seu poder?

Reiner, Neena e Nathan são escoltados por enfermeiros e levados a uma sala para fazerem exame de sangue. O lugar era amplo e são direcionados para sentarem. O enfermeiro solicita que estiquem o braço, caso o exame fosse feito, Neena e Nathan seriam descobertos. Neena olhou para Nathan, sorriu e falou baixo.

- E agora? O que a gente faz?

Reiner estica o braço e seu sangue é rapidamente examinado. Uma enfermeira adentra o lugar e novamente espeta Reiner com uma agulha muito fina.

- Você é compatível, bem-vindo a causa. Sua mutação é o fator de cura.

Reiner agora curava-se na velocidade de Wolverine. Reiner estava de posse de suas armas e talvez pudesse fazer algo para impedir que Neena e Nathan fossem examinados. Wade deve decidir o que fará, se responderá a pergunta, se fingirá que surtou, toda sua ação decidirá os rumos da história.

Casa Branca

Nick seguiu o rastro do homem que se teleportou à sua frente, mas para sua surpresa encontrou uma mulher, ela pareceu não se alterar ao ver a proximidade de Nick, seus passos continuaram cadenciados em direção a sala blindada. Ela se aproxima cada vez mais do lugar, levava na mão direita uma mala.

Sasuke agiu, demostrou seu poder, porém havia gasto suas habilidades para nada. Assim que conseguiu paralisar a mulher sentou-se, presa a sua ilusão, porém ela havia feito algo antes de cair na armadilha. Sasuke ouviu apenas um tic bem conhecido, ao apalpar o corpo da mulher viu que a mesma estava cheia de explosivos, não poderia simplesmente arrancar, qualquer movimento brusco.



(leiam o chat, por favor)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Reiner Braun
Participativo
Participativo
avatar

Mensagens : 89
Data de inscrição : 07/07/2014

MensagemAssunto: Re: Quest - Fim do Princípio   31.10.15 14:57

Reiner havia questionado homem sobre o conteúdo que seria injetado nele, no entanto, as palavras de Nate o deixaram um pouco mais tranquilo, decidindo por fim que deixaria o homem injetar o conteúdo nele, no entanto, ateve-se durante isto as palavras do enfermeiro, referindo-se a Wade, que parecia mostrar todas as suas armas quase as enfiando na face do outro homem, no entanto, a calma do homem que estava próximo a Reiner chegava a incomodá-lo profundamente.


[ Reiner ]- Porquê está tão calmo com uma atitude daquelas? Não tem medo que aquele homem atire em todos aqui? Indagou Reiner tentando mudar um pouco a fala agressiva que costumeiramente utilizava. – Verificar meu sangue? Porquê a rigidez desse teste? Uma pergunta idiota feita por Reiner, no entanto, deveria demonstrar inexperiência e estar desconfiado, afinal, nenhum seguidor certamente seria tolo o suficiente para acreditar em tudo o que falavam. Reiner devia demonstrar isso, inexperiência, insegurança e por vezes medo.


O mercenário aguardou até o enfermeiro decidir escolta-lo a outra sala, observando que Nate e Neena também eram escoltados por outros enfermeiros para uma sala em específico. Reiner não demonstrou preocupação no início, afinal, não sentiu nada de estranho em seu corpo até aquele momento. Sentou-se e respirou fundo, desviando o olhar para Neena e Nate, em sequência, para o enfermeiro que faria o teste nele. – Enfermeiros, deixe que eu faça o exame primeiro, nossos companheiros parecem com medo, deixe-me ser o exemplo a esta causa e incentivá-los, eu irei primeiro. Disse Reiner esboçando um breve sorriso por detrás do turbante que encobria sua face.


O homem de cabelos aloirados recolheu as vestes de seu braço direito e o estendeu ao homem para que fizesse o teste em seu sangue. Não demorou muito para que Reiner sentisse uma fina pontada em seu braço e menos ainda para que a resposta chegasse a si, ele havia recebido um dom em muito conveniente.


[ Reiner ]- Fator de cura? Interessante, muito interessante, estão vendo como se torna um membro juntando-se a causa? Disse Reiner virando-se a Neena e Nate enquanto virava-se aos enfermeiros. – Vocês também tiveram esses conteúdos injetados em vocês? Reiner aguardaria a resposta e independente da resposta, esgueiraria seu olhar pelo lugar ao qual estavam, seu olhar afiado procuraria por câmeras e qualquer outro dispositivo de gravação, seja ela por áudio ou não, haveria pouco tempo para analisar. ( Deixou ao encargo da Narradora ).


Reiner agiria. O homem de cabelos aloirados imediatamente se adiantaria perante um dos enfermeiros, visando segurá-lo de maneira violenta pelo pescoço visando erguê-lo do solo. – Tenho algumas perguntas. Vociferou Reiner. “ Neena, Nate, fiquem onde estão”, pensou Reiner tentando comunicar-se com ambos. – Há câmeras aqui? Quando há algum mutante, qual o procedimento que vocês utilizam? O que foi orientado a vocês? Imediatamente, Reiner sacaria uma das pistolas e apontaria em direção a outro enfermeiro. – Estou bem armado, se alguém quiser correr, sinta-se a vontade para receber uma saraivada de balas. Não me importo se mais pessoas aparecerem, apenas quero que me respondam. Vociferou novamente. – Depois desses testes terminarem, para onde vocês deveriam ir? Respondam! Vociferou uma terceira vez enquanto visava apertar ainda mais a jugular do homem. – Quero saber tudo sobre esta operação, a quem vocês se reportam quando tudo ocorre nos conformes e a quem vocês se reportam quando um mutante é descoberto.




A idéia de Reiner era simples, descobrir o máximo de informação que pudesse para o trio arriscando apenas sua segurança, no entanto, era óbvio que havia um ponto positivo com aquilo para o mercenário, no entanto, ele havia decidido ajudar ainda que temporariamente o grupo, afinal, a missão entraria em claro risco se algum deles fosse descoberto podendo arriscar toda a missão, iniciando por Wade. Caso as respostas fossem satisfatórios, levando em algum “ cabeça “ do grande time de Almasor, Reiner trocaria de roupas, assumindo a postura de um dos enfermeiros e ansiando para que Neena ou Nate fizessem o mesmo.


[ Reiner ]- Antes que vocês pensem em me enganar, irei mata-los. Se me derem uma resposta convincente eu liberarei vocês. Nesse momento, Reiner visou em largar o homem girar o corpo, desferindo um chute na altura do toráx do homem. – Vocês vão para o canto e me respondam. Agora! Disse entredentes. - Vocês dois também, sinto muito mas quero toda essa pesquisa pra mim. Disse apontando a arma para Nate e Neena. - Vão, vão. Reiner sorriu por detrás da máscara, entenderiam o "jogo"?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Agente 5
Participativo
Participativo
avatar

Mensagens : 54
Data de inscrição : 10/01/2015

MensagemAssunto: Re: Quest - Fim do Princípio   31.10.15 19:59

Os disparos efetuados pelo cubano foram eficazes, mas nem tanto. Conseguiu matar uma boa quantidade de cópias, mas muitas outras surgiram. Era uma verdadeira praga. Uma destas chutou as costas do Agente, fazendo-o tombar. No chão, virou o mais rápido que pôde, mas a cópia era extremamente rápida. Ficou sobre Sanchez, imobilizando-o.

- Somos como a hidra, a cada cabeça cortada, duas novas surgem no lugar, vocês caíram em uma armadilha, tolos!

Pouco após se pronunciar, desferiu um soco contra o abdômen do latino. Antecipando-se à ação, forçou os músculos da região o máximo que pôde, no intuito de sentir menos possível o impacto. Contraiu um pouco o corpo, por causa da dor.

Porém, devido ao movimento da cópia, esta deixou um braço de Ruan livre (já que utilizou para efetuar um soco). Desta forma, aproveitou a chance, e deferiu um soco com a mão esquerda contra o rosto do homem. Se bem sucedido, este tombaria para trás, livrando completamente o agora meta-humano Ruan.

Levantaria e observaria a ação dos amigos. Porém, mas adiante, podia perceber uma figura incomum. Dentre a correria e histeria dos civis (e até alguns militares, com medo da explosão das bombas implantadas no lugar), esta figura andava calmamente pela direita, junto à parede. Não impedia a passagem dos demais, como não parecesse se abalar. Olhou para Storm e desviou a vista para o homem de sobretudo, indicando-o, caso o ninja ainda não tivesse visto.

▬ Vamos tentar encurralá-lo!

Havia um corredor pela esquerda, que provavelmente daria saída para este corredor por onde os desesperados e a figura caminhavam. Storm era um ninja bem rápido. Certamente conseguiria passar pelo lugar e chegar à frente do homem, ainda mais que este andava calmamente. Ruan continuaria no corredor, de modo que os dois pudessem enquadrá-lo, não deixando escapatória para ele. Caso Shadow concordasse e conseguissem obter êxito, apontaria sua arma para o homem incomum, e indagá-lo-ia.

▬ Mande desativar as bombas! Agora!

Caso este fosse a “matriz” das cópias, provavelmente ativaria seu poder. Contudo, dispararia em ambos – tanto nas cópias como no original (manteve os olhos fixos neste) –, de forma a eliminá-los.  
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Convidado
Convidado



MensagemAssunto: Re: Quest - Fim do Princípio   07.11.15 0:43

A batalha continuava, mas não parecia surtir efeito. Quanto mais matavam, mais apareciam, provavelmente pelo fato do original estar fazendo mais deles...realmente, como dissera o clone que pulou em Ruan, haviam caído em uma armadilha, ficariam presos ali com tantos inimigos.
Dessa vez, o ninja branco não pode ajudar o cubano. Estava ocupado desviando o extintor de incêndio com que o tentaram acertar, tendo certeza em colocar uma flecha atravessada na cabeça daquele que arremessara o objeto.
E foi quando algo inesperado aconteceu.
Um alarme soou, e um aviso de evacuação foi dado, causando um bom caos no Pentágono.
Storm Shadow rapidamente guardou sua espada, para evitar perguntas e suspeitas, por não ser uma arma comum ali, mas no meio da confusão de civis e militares saindo, conseguiu observar um homem de chapéu e sobretudo marrom, andando calmamente por entre as pessoas nervosas.
Imediatamente olhou para Ruan, que já o fitava, e sugeriu para tentarem encurralá-lo.

- Ok, eu dou a volta.

Respondeu, observando o corredor a esquerda, por onde correu, habilidosamente desviando de qualquer pessoa - não se importando em correr um pouco pela parede para atravessar o caminho mais rápido - e chegando até a frente do homem de sobretudo, rapidamente puxando algumas flechas - entre elas duas elétricas, caso precisasse somente incapacitá-lo, o que a flecha faria mesmo se ele a segurasse - e as apontando para a cabeça dele, pronto para disparar ao menor sinal de que ele fosse atacar. Ele, e em qualquer outra cópia que pudesse surgir.

- E nem pense em fazer graça, ou matamos você.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Zaira

avatar

Mensagens : 12
Data de inscrição : 09/10/2015

MensagemAssunto: Re: Quest - Fim do Princípio   08.11.15 9:49

Nossa ação não foi tão simples como imaginei e as cópias se multiplicavam, sorri para Storm quando este aceitou minha oferta e olhei com mais profundidade para Ruan.

- Vamos!  Agora podemos nos atirar sem receios!

Inseri a droga em mim, era estranho ser uma mutante, mas aquilo dava-se uma segurança incrível, não tinha receio de machucar-me. Seria impressão ou meus reflexos também se alteraram, pois vi a mira que foi feita na minha direção e este mínimo tempo foi o suficiente para eu desviar de um tiro que com certeza seria fatal, pois não tenho o crânio protegido por adamantium!

O som do alarme era horrível e tinha m motivo para ser assim e nem mesmo as recordações que eu tinha deste me deixavam mais confortáveis, era um som irritante, que mexia com os nervos e o único desejo que passava pela mente era sair daquele lugar. Mesmo estando bem atordoada consegui entender a ação de Ruan e Storm, mas diferente destes não tentei persuadir o homem e sim fazer algo que fosse útil caso eles não obtivessem sucesso em obrigar o homem a entregar o controle. Nos meus treinamentos contra-ataques terroristas, ganhei algo que só é dado aqueles que se mostram mesmos fiéis a salvar vidas, independentemente de sua origem, havia formas de convencer as pessoas a seguir ordens, relaxar suas mentes para que façam o que é ordenado sem questionar. Para permanecer dentro do Pentágono, é preciso usar um chacha de identificação de leitura biométrica e neste cartão tem um segredo que só agentes como eu sabem sua utilidade. Dei as costas para o local onde estavam Ruan, Storm e o suspeito, segui o sentido contrário ao da multidão, não foi uma tarefa fácil, mas consegui chegar onde precisava. Digitei o código no painel de identificação, agora era aguardar que as coisas saíssem como planejei (depende do narrador). Falei através do comunicador com Ruan e Storm.



- Façam o impossível, mas não o deixem escapar.

Permaneci onde estava, apenas aguardando se meu plano ia funcionar.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Nick Bartowski
Jogador assíduo
Jogador assíduo
avatar

Mensagens : 323
Data de inscrição : 15/11/2014
Idade : 22
Localização : Las Vegas / USA

MensagemAssunto: Re: Quest - Fim do Princípio   08.11.15 20:05

A pessoa que estava a sua frente pareceu não se importar muito com sua aproximação acelerada, Nick foi reduzindo o poder de fogo de sua propulsão para parar bem ao lado da moça. - Você é da segurança? - Ele sabia que talvez fosse uma inimiga, não tinha visto ela e portava um objeto estranho para a situação, tentou também perceber o cheiro, o enxofre seria fácil de detectar, seria raro ver um mutante com dois poderes, ela poderia ser o garoto que teleportou ainda pouco, ser transformo e ter teleporte, ótimos poderes para um assassino. - O que tem na mala? - Nick criou uma aura de fogo em volta de seu corpo, era fina e claramente visível, se aquilo explodisse (a mala) seu corpo tomaria o impacto mas seria protegido com sucesso.

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Sasuke
Participativo
Participativo
avatar

Mensagens : 43
Data de inscrição : 11/02/2015

MensagemAssunto: Re: Quest - Fim do Princípio   08.11.15 20:13

Assim que ele desligou o comunicador foi surpreendido por um pequeno barulho que vinha da moça capturada, o efeito da ilusão duraria no mínimo mais 10 minutos e ela tinha uma bomba amarrada no peito. - Droga... - Sasuke desejou ter os poderes do seu amigo pirocinetico, não esperou, correu para fora da sala e ligou novamente o comunicador. - A mulher capturada perto do quarto do presidente tem uma bomba pronta para explodir, sem marcador de tempo, mandem uma equipe anti-bomba AGORA! - Ele correu  mais rápido que pode para achar a sala mais protegida, esperava conseguir ficar longe o suficiente para não ser pego pelo impacto.





Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Neena
Jogador assíduo
Jogador assíduo
avatar

Mensagens : 230
Data de inscrição : 30/06/2014

MensagemAssunto: Re: Quest - Fim do Princípio   08.11.15 22:53


Istambul

Reiner indagou o enfermeiro a respeito da tranquilidade com que o mesmo fazia seu trabalho o homem o olhou brevemente e respondeu.

- Não tenho medo de morrer, pois já estou morto.

A resposta deixou o agente pensativo, porém não havia empo para mais indagações. Após receber seu novo dom mutante, Reiner descontrola-se e pega um dos enfermeiros como refém, assim como os outros o homem não se sente alarmado e nenhum dele faz menção de reagir. Reiner faz muitas perguntas, porém o olhar dos enfermeiros era estranho. Pareciam apenas receber ordens. Os que se posicionaram para tirar o sangue d Nathan e Neena não se moveram, mesmo depois de Reiner chutar um deles para longe, o homem bateu a cabeça e desmaiou. Reiner esbravejava e fazia perguntas, estava realmente alterado.

Neena e Nathan, ao contrário dos outros, reagiu. Neena ficou de pé e encarou o enfermeiro, este agia de forma robótica, a mulher perguntou sem rodeios.

- O que há com vocês? Porque agem desta forma? O que está acontecendo com Reiner é uma reação da mutação?

A intenção de Neena era ganhar tempo, olhou para Nathan e comunicou-se mentalmente com este, sabia que Reiner ouviria seus pensamentos.

- Reiner, finja um ataque, por favor, não podemos entregar tudo assim, existem outros meios de chegar até Almasor, estes enfermeiros estão estranhos demais, tranquilos demais, não acha?

O enfermeiro à frente de Neena lhe olhou mais uma vez e então a mutante entendeu o que estava acontecendo, os olhos do enfermeiro estavam vidrados como se estivesse hipnotizado, Neena levou a mão até a mão do homem e apertou de leve, apertou mais forte e este não reagiu. O enfermeiro segurava uma seringa e nada o impediria de extrair o sangue de Neena. Novamente ela se comunicou com Nathan.

- Estão sendo controlados à distância, sabemos quem está fazendo isto, vamos deixar que tirem nosso sangue, tenho um plano.


Nathan havia conseguido respostas, Kid Ômega estava mantendo todas aquelas pessoas em uma ilusão, que ilusão era seria impossível dizer, mas a verdade é que Quentin mantinha todos controlados e seria simples ludibriar os enfermeiros, já que sua mente não estava sendo controlada.

Por uma sorte do destino, as câmeras não transmitiram a confusão criada por Reiner, mas será que o agente acataria o pedido de Neena?

Neena após ter o sangue tirado foi direcionada para outra sala, mas a mutante usaria sua sorte para mudar as coisas. Seu sangue e o de Nathan foram colocados num local apropriado e por sorte, as fichas de identificação acabaram. O enfermeiro virou-se para pegar mais fichas, foi o tempo que Neena usou para trocar o sangue, após seu feito direcionou-se para a sala que lhe indicaram. Nathan foi direcionado para o mesmo lugar e Reiner, caso aceitasse simular um ataque, seria levado de maca para um outro lugar. Local onde os novos mutantes recebiam as diretrizes para rumarem para Nova York.

Nathan e Neena foram direcionados para um laboratório mais equipado, pois seus sangues eram incompatíveis com a mutação. Deveriam ser direcionados para a área de triagem, em fala direta, seriam mortos. Estava na hora de agirem. Uma fumaça tóxica começou a inundar o lugar, a vida de Nathan e Neena estava por um fio, Reiner talvez pudesse fazer algo, mas desta vez, seguindo o protocolo, pois ele já era um membro da equipe.


Neena colocou a mão no rosto e prendeu a respiração, mas não suportaria por muito tempo, a sala era completamente fechada e o jeito era pedir ajuda a Reiner.

- Nathan, peça ajudaa Reiner, senão vamos morrer.

Falou a mutante em tom urgente.

Pentágono

Zaira, Ruan e Storm eram agentes experientes e muito bem treinado, Storm e Ruan persuadiram o suspeito, mas Zara escolheu fazer outra coisa, seja lá o que agarota decidiu fazer deu certo. Ruan e Storm encurralaram o homem, mas diferente do que esperavam este não se alterou, manteve seu ar descontraído. O homem ouviu a ordem de Ruan e a ameaça de Storm, seus lábios esboçaram um sorriso maníaco.

- Não sejam tolos, o controle não está comigo, faço apenas a parte suja, não tem como salvarem este lugar, se quiserem viver, saiam o quanto antes, ah não ligo de morrer, já estou morto faz tempo.

As palavras do homem deixariam Ruan e Storm confusos, caberia a ambos decidirem-se acreditavam ou não nas palavras do homem. Cabia ambos também repassarem para Zaira o que estava acontecendo.

Casa Branca

Nick alcançou a mulher com facilidade e ao se aproximar reduziu um pouco seu poder, sua forma direta de agir coagia as pessoas, porém não era este o caso da mulher que andava ali. Ela o olhou de forma dissimulada e respondeu:

- Sou da segurança sim, acredito que só saibam deste caminho os que fazem parte da segurança. Na maleta estão os códigos para destravar a sala de pânico.

A mulher continuou a andar, parecia bem segura, mas estaria ela falando a verdade? De repente o cheiro de enxofre se faz presente e Nick recebe um pontapé bem no meio do rosto,


foi pego totalmente de suspresa, o mutante ataca Nick de váras formas, seria difícil Nick contra atacar, mas não seria impossível. A garota segura a maleta forte contra o peito e fala com Nick.


- Ele quer a maleta, me proteja!

Nick não podia simplesmente incendiar o lugar, teria que arrumar um jeito de lidar com a situação. A comitiva com o presidente não demoraria a chegar.

Sasuke foi mais esperto do que a mulher, mas será que agiu da forma mais correta? Ele percebeu o que estava acontecendo, sabia que não poderia agir e por isto mesmo saiu correndo e acionou o esquadrão anti-bomba, recebeu retorno imediato de sua solicitação.

- Agente Sasuke, estamos à caminho, saia daí imediatamente.

Sasuke podia escolher para onde, até mesmo ir ajudar seu amigo Nick ou procurar pela Casa Branca mais vestígios do metamorfo. A mulher permanecia sentada, presa na ilusão criada pelo rapaz, mas já estavam passando os efeitos e se ela voltasse ao normal antes do esquadrão chegar, talvez Sasuke tivesse uma infeliz surpresa.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Reiner Braun
Participativo
Participativo
avatar

Mensagens : 89
Data de inscrição : 07/07/2014

MensagemAssunto: Re: Quest - Fim do Princípio   12.11.15 14:25

Reiner havia questionado um dos enfermeiros do lugar referente a sua tranquilidade perante ao trabalho, no entanto, a resposta que recebera do homem lhe deixara intrigado, talvez até mesmo a ponto de hesitar em sua investida, no entanto, não havia tempo para redundâncias naquele homem e Reiner decidira agir. Encoberto graças as vestes típicas dos soldados rasos de Almasor, Reiner decidira pegar um dos enfermeiros como refém no entanto, algo que o deixou ainda mais hesitante ocorreu. Não havia espanto, desculpas ou mesmo qualquer outra atitude provinda do homem a não ser manter-se completamente inerte, impassível as propagações do mercenário que dada a atitude do homem não conteve-se, inclinando brevemente seu corpo para a direita deixando que sua perna esquerda se alinhasse com sua coluna, desferindo um chute em outro funcionário próprio que perdera claramente o equilíbrio batendo a cabeça e desmaiando logo em seguida.


“ Mas que merda está acontecendo? “ pensou Reiner quase perdendo completamente a ação dada a reação de todos ali. Não havia qualquer resposta desejável por parte do mercenário que logo em sequência escutara as palavras de Neena ecoando em sua mente.


“ Já fiz pessoas gritarem por muito menos...” (disse) Reiner mentalmente a Neena enquanto simplesmente suspirou de maneira profunda enquanto desvencilhava-se do homem porém, segurando parte de seu jaleco com ambas as mãos. – Isso é alguma reação do que injetaram em mim?! Vociferou Reiner visando chacoalhar o homem igualmente um homem. Haveria uma mínima reação por parte do enfermeiro? O fato era que, Reiner não sabia fingir um ataque, talvez um surto onde ele mataria todos ali, no entanto, certamente a missão de infiltrar-se e manter-se em silêncio o incomodava em muito.  “ Espero que esse palerma caia nessa encenação barata..” esbravejou mentalmente a Neena enquanto logo após chacoalhar o homem Reiner desvencilhou-se do mesmo deixando que seu corpo fosse em direção ao solo do lugar, tentando debater-se de maneira alarmante enquanto deixava visivelmente um pouco de saliva escapar-lhe dentre os lábios. O “barato” ataque não demoraria mais que alguns instantes até Reiner “perder a consciência”, permanecendo inerte no solo.


A reação do mercenário ocorrera quase em mesmo tempo dos testes de Neena em um deles e certamente a conclusão não tardaria a chegar a consciência de Reiner que haveria de estar sendo posicionado em uma das macas, mantendo ambos olhos fechados, com a estranha sensação de que deveria tentar memorizar a trajetória do lugar contando de 1 a 40 se fosse necessário, recomeçando a contagem a cada curva que seu corpo transportado faria caso ele precisasse refazer o caminho de encontro aos parceiros. Não demorou muito para que Reiner se visse em um lugar completamente diferente, um novo setor daquela fortaleza de Almasor. Assim que fosse deixado de “lado” pelos enfermeiros, Reiner ergueria-se lentamente, desviando o olhar em direção onde o enfermeiro havia partido.


“ Mas que saco...” pensou Reiner enquanto visava ajeitar o turbante que encobria sua face rapidamente. Inúmeros soldados estavam naquele local, seriam iniciantes como ele? O mercenário suspirou profundamente procurando se haveriam então caso sua suposição estivesse correta, soldados “ experientes” naquele lugar. O local por onde havia vindo estaria guardado ou apenas uma série de soldados inexperientes que haviam sido reunidos igual baratas estariam por ali? Reiner não saberia dizer.


“ Bem, aqueles dois devem saber se virar afinal de contas, vou seguir daqui “, pensou o mercenário enquanto erguia-se da maca e então assumia uma postura ereta, abandonando o leito que outrora estava e decidindo circular pelo lugar por alguns instantes, abordando um dos soldados que estavam ali. – Qual foi sua dádiva? Indagou Reiner, teria ele escolhido a frase correta para abordar um soldado de menor estatura do que ele? O mercenário não prolongaria muito a conversa e questionaria cerca de dois ou três soldados que aparentassem inexperiência antes de seguir até a porta pelo qual havia passado, recebendo por fim um chamado desesperado de Nathan e Neena, como Reiner haveria de sair daquele lugar?  Ainda que Reiner tivesse conseguido o que chamaram de fator de cura, certamente não seria prudente abrir caminho agressivamente, no entanto, quantos soldados, enfermeiros ou mesmo guardas estariam hipnotizados? O mercenário aguardou, tentando formular algum plano para que pudesse agir e então refazer o caminho até onde estava, no entanto, uma vez que estivesse no local anterior deveria descobrir para onde a dupla foi levada e certamente não esperava obter as informações facilmente, porém, Reiner tinha uma carta a seu favor, ele havia ingressado enfim as fileiras de Almasor.


Reiner suspirou profundamente e então caminhou em direção a saída do lugar visando refazer seus passos, caso fosse abordado, visto que aquela reunião dos soldados “ aprovados “ certamente receberiam algumas diretrizes, Reiner haveria de inventar uma boa desculpa e nisso o mercenário não era nada bom.


[ Reiner ]- Deixei alguns pertences caírem na sala de aplicação e necessito busca-los imediatamente. Afirmou Reiner, logo replicando em seguida. – E ir ao banheiro se não for incômodo. As palavras do mercenário eram firmes e quem sabe, com alguma sorte as duas opções esfarrapadas fossem acatadas. Reiner não sabia até que ponto a extensão da hipnose poderia se propagar ou mesmo se os hipnotizados poderiam controlar os corpos remotamente, isto é, como se fossem câmeras, podendo contemplar a visão daqueles que foram hipnotizados, porém, Reiner tinha sua face encoberta e isto certamente auxiliaria na sua camuflagem.


Caso Reiner obtivesse êxito e/ou fosse acompanhando, aguardaria o momento perfeito para atacar seu acompanhante, mas não antes de questioná-lo sobre onde iriam aqueles que não estavam juntos com os outros soldados. Uma pergunta simples deveria bastar visto que Reiner já era oficialmente um soldado e não planejava “ trair “ Almasor, ao menos, não sobre aquele disfarce. Mais uma vez, obtendo êxito em receber a informação que almejava, Reiner seguiria seus passos em direção a sala e posteriormente onde os “outros” falhos soldados haviam sido levados, em especial Reiner e Nate, ao qual Reiner deveria rapidamente tomar alguma atitude. O mercenário então visou analisar a sala ao qual estavam, iniciante tentando checar a porta, ela se abrira de fora para dentro? Os vidros seriam reforçados? Haviam câmeras? Guardas? Enfermeiros? Reiner tentaria uma abordagem simplória desta vez.


[ Reiner]- Preciso retirar dois soldados desta câmera imediatamente. São ordens. Caso Reiner conseguisse, livraria Neena e Nate, no entanto, caso não, usaria da força bruta para dar cabo dos guardas, porém, com cautela, eles também deveriam ter habilidades equiparadas ou superiores as dele, porém, Reiner contava com o fator de sorte de Neena, ele deveria auxiliar na porta ou mesmo nos mecanismos do lugar.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Zaira

avatar

Mensagens : 12
Data de inscrição : 09/10/2015

MensagemAssunto: Re: Quest - Fim do Princípio   14.11.15 18:32


Com alívio percebi que ao menos isto tinha saído como planejado. Ativei no sistema o dispositivo que mexia diretamente no córtex pré-frontal dos que estavam no local, assim foram induzidos a se ordenarem e saírem do local. Olhei com satisfação para a tela, agora uma explosão poderia ferir menos pessoas, com sorte, nenhum civil. Sai da sala e procurei por Ruan e Storm, onde estariam? Será que conseguiram negociar? Usei o comunicador.


- Ruan? Storm? Estão ai? Evacuei o lugar.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Nick Bartowski
Jogador assíduo
Jogador assíduo
avatar

Mensagens : 323
Data de inscrição : 15/11/2014
Idade : 22
Localização : Las Vegas / USA

MensagemAssunto: Re: Quest - Fim do Princípio   15.11.15 12:45

- Se você é da segurança sabe que temos pessoa infiltr... - Nick não chegou a terminar a frase, apenas sentiu dois ponta-pés no meio da cara que o jogara para trás de forma violenta, ele saiu deslizando pelo corredor enquanto ouvia a mulher gritar, todo o seu mundo girava mas ele fez o que pode para ficar de pé novamente, cambaleando. Correu até a mulher de forma desengonçada e abraçou a mesma. Ela pode perceber que envolta do corpo de ambos o fogo começou a girar, parecia um ciclone mas completamente controlado e girava bem próximo do corpo deles, Nick tinha que manter a calma para controlar as temperaturas e não acabar queimando a mulher, e também não deixa-la sem oxigênio. - Prenda a respiração e vamos andando. - A camada de fogo giratória estava realmente próximo do corpo deles, não daria espaço nem um para o mutante teleportador, todos os lados estavam cobertos e eles só tinham que se apressar e seguir adiante no corredor, Nick teve que confiar que ela estava falando a verdade.

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Sasuke
Participativo
Participativo
avatar

Mensagens : 43
Data de inscrição : 11/02/2015

MensagemAssunto: Re: Quest - Fim do Princípio   15.11.15 13:04

Sasuke abriu a comunicação procurando Nick em algumas das frequências. - Nick! Localização! - Ele esperou alguns segundos enquanto se distanciava ainda mais da sala onde estava antes, a essa altura o esquadrão anti-bomba já tinha chegado ao local e estaria resolvendo o problema, ele pensou. - Agora não Sasuke. - Quando seu amigo abriu o microfone ele pode ouvir o som de algo se movimentando, ele talvez precisasse de ajuda. Nick informou a localização depois de Sasuke insistir mais um pouco então ele tomou rumo e foi até o corredor da sala de segurança da casa branca.

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
NateSummers
Participativo
Participativo
avatar

Mensagens : 72
Data de inscrição : 30/06/2014

MensagemAssunto: Re: Quest - Fim do Princípio   15.11.15 15:36

Seguindo a orientação de dominó, Nathan evita ler a mente do enfermeiro.
O que de fato seria muito perigoso. Mas o que se seguiu também não foi tão seguro.
Tendo a sorte de Neena agido e ela conseguido trocar as amostras de sangue eles foram automaticamente rejeitados e levados pra um outro lugar.
Deduziram que seriam exterminados pq como "humanos normais" não tinham validade pros planos do vilão.

Após serem colocados numa sala e trancafiados um gás possivelmente venenoso começa a tomar conta do recinto.
Narthan Bloqueia  o emissor do gás telecinecamente, mas a sala é hermeticamente fechada e mesmo sem o gás a invadindo o oxigênio alí presente acabaria um pouco tempo.
Novamente seguindo a sugestão de Neena ele pede ajuda a Reiner telepaticamente.

(_hey soldado? Está me ouvindo? Siga as coordenadas. )

Cable poderia tirá-los dalí destruindo o lugar, mas isso chamaria muita atenção indevida.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Neena
Jogador assíduo
Jogador assíduo
avatar

Mensagens : 230
Data de inscrição : 30/06/2014

MensagemAssunto: Re: Quest - Fim do Princípio   22.11.15 0:17


Istambul

Reiner havia agido a sua maneira, mas as coisas não seriam simples como ele imaginava. Quando Reiner falou com Neena está lhe respondeu prontamente, através da telepatia:

- Não custa tentar, cobre dobrado a O.N.U por ter que fazer papel de louco.


Neena estava tensa e observou a encenação de Reiner, ouviu também um enfermeiro falar de forma monótona.

-Já terminamos aqui, os dois ai não passaram, vou levar este.


Neena e Nathan notam a chegada de soldados uniformizados, rostos tampadas. Andam até próximo de Reiner e o coloca em uma maca. Após isto escoltam Neena e Nathan até a sala de confinamento, lá dentro Nathan usa sua telepatia para travar o veneno, porém aquilo era ineficaz, valia mesmo a pena arriscar-se tanto para fazer parte do exército de louco? Talvez valesse mesmo. Enquanto é empurrado, Reiner recupera sua consciência e então uma enfermeira que não devia ter mais que 17 anos, mede a pressão de Reiner, o encara brevemente e responde de forma vazia, automática, como um robô.

- Você está bem, seu corpo não mostra sinais de rejeição. Pode viajar.

Tudo que agarota fala é mostrado em uma tela de computador muito fina. Reiner então escuta o pedido de socorro de Neena e usando toda sua estratégia da um jeto de sair dali. O soldado abordado por Reiner, respondeu num tom baixo.

- Fator de cura, eles só conseguem este, os outros que testaram outros poderes, estão mortos, temos sorte.

O plano arquitetado por Reiner saiu perfeitamente bem, só que ao chegar onde Neena e Nathan estava, o mercenário não teve a mesma sorte, os soldados que estavam na porta não se moveram e pediram a Reiner o protocolo, Reiner não tinha protocolo e por isto não pode ter acesso ao local onde Neena e Nathan estavam. Acontece que, por uma virada fenomenal de sorte, Reiner foi ajudado por Wade. O mercenário tagarela havia surtado de forma absurda e agora vinha dando tiros para todos os lados, vidros explodindo podiam ser ouvidos, os solados que guardavam aperta encararam Reiner.

- Cuide destes dois, só abra a porta quando a luz se tornar verde, por Alaha.

Os soldados saíram na direção de onde vinham os tiros, Nathan recebe o adues de Wade, algo havia acontecido que fez com que o mercenário desistisse da missão e não mais quisesse perseguir Neena.

Dentro da sala, respirar estava cada vez mais difícil. Reiner abre a porta, mas antes teve o cuidado de colocar uma máscara.

Neena já estava quase perdendo os sentidos, mas Nathan estava firme e forte. Com a ajuda de Nathan, Neena é levada para fora e com dificuldade fala.

- Temos que fazer parte do exército, não entendi o que o louco do Wade está fazendo, mas vamos aproveitar o gancho. Alguma ideia?

Podiam ouvir tiros, vidros sendo quebrados e correria, será que conseguiriam pegar Wade? Se conseguissem o que aconteceria? Enquanto pensavam no que fazer um soldado passa por Reiner, o mesmo que havia falado com ele antes.

- Precisamos de reforços, o cara é um mutante poderoso e ele pode corrigir a fórmula, vamos!
O soldado olhou Neena e Nathan, deu as costas aos três e seguiu em frente.





Casa Branca

Nick agiu rápido e com extrema habilidade levou a moça, em segurança, até a entrada da cabine. Enquanto andava com a garota, pôde ouvir passos, no total eram 10 homens e no meio destes o presidente dos E.U.A. Aquilo não era bom, pois o mutante com os poderes idênticos ao de Noturno estava ali, exatamente onde, Nick não sabia.

Sasuke não quis se arriscar e afastou-se da mulher, ela levantou o olhar para ele, falou em forma agourenta.

- Você vai morrer, acredite!

O rapaz não lhe deu atenção e decidiu seguir para onde estava Nick, fora uma sabia decisão. Sasuke agora estava atrás da comitiva que garantia a segurança do presidente e foi quando notou o mutante com poderes de Noturno agir. Quatro dos homens que escoltavam o presidente foram jogados contra a parede, outros dois levaram rasteiras e suas armas foram tiradas de suas mãos. Só restavam quatro homens agora e o presidente, Nick estava mais afastado um pouco do lugar, mas pode ver quando os ataques começaram. A mulher que ele escoltou, abriu a maleta e usou um código para acessar a sala, falou com Nick.

- O presidente não pode morrer, faça tudo, mas não o deixe morrer.[/font[/i">]

A mulher ficou parada na sala. Lá dentro o lugar se revelou ser uma sala de comandos, haviam pontos em todo o globo, o que seria exatamente aquilo? O mutante com poder de Noturno não atacou os quatro que restavam, seu alvo era o presidente, mas talvez Sasuke e Nick tinham uma carta na manga.

Pentágono

Storm e Ruan ficaram imóveis ao ouvir a palavra do homem tranquilo de sobretudo, várias de suas copias ainda andavam por ali. Zaia comunicou-se com ambos via rádio e foi neste instante que algo chamou a atenção da mulher. Luzes brilhavam em sincronia pelo saguão, havia, realmente bomba, em todo canto.

Ruan e Storm não acreditaram no homem e resolveram leva-lo para interrogatório, porém ao virarem sentiram apenas o tremor. Uma bomba havia sido detonada e parte da estrutura estava vindo abaixo. A poeira era densa e deixou ambos sufocados por alguns segundos.

- Daqui a 2 minutos vamos detonar outra e será assim até este prédio vir abaixo.

Ruan e Storm, decidem levar o homem para fora, pois, o ar estava impregnado de poeira, ao fazerem isto uma viga com ferros expostos cai do teto, ela cai na direção de Storm, faz um corte profundo nas costas do rapaz. Zaira estava num local que não foi atingido pela explosão. Zaira viu a bomba sendo detonada. Como não recebeu retorno de Ruan e Wade, a garota decide ir ver se estão bem e chega no exato momento que Storm é atingido. Zaira pede ajuda e vai até Ruan, este tem apenas um corte superficial na coxa, mas o homem que estava levando para ser interrogado, está morto e Storm estava seriamente ferido, teria que ser levado para o hospital.

Ruan e Zaira ficam com a missão de encontrar o metamorfo e também, desarmarem as bombas antes que todo o pentágono vá ao chão.






Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Agente 5
Participativo
Participativo
avatar

Mensagens : 54
Data de inscrição : 10/01/2015

MensagemAssunto: Re: Quest - Fim do Princípio   22.11.15 14:20

Ruan permaneceu apontando sua arma para o homem à frente, à espera de ouvir algo satisfatório. Mas este parecia ser um daqueles terroristas kamikases. Disse que já estava morto, o que, aparentemente, era no sentido figurado. Como intimidar alguém que não temia nada?   Assim, resolveram levar o terrorista para interrogatório. Talvez conseguissem algo lá.

O que não esperavam é que houvesse uma detonação. O lugar praticamente foi às ruínas. Storm Shadow feriu-se gravemente, enquanto que Ruan apenas sofreu um corte na coxa. Os destroços também mataram o terrorista. Eles não estavam a fim de fazer jogos. Nem fizeram  extorsões. Almasor estava louco de ódio, e não perdoaria ninguém.

Enquanto socorria o amigo, escutou o comunicado de Zaira. Demorou para concentrar-se, só conseguindo da segunda vez em que esta falou, aparecendo pouco após próximo aos dois agentes.

▬ Precisamos de um médico!!

A voz alta chamou a atenção dos demais, de modo que dois homens que estavam perto vieram para atendê-lo. Apesar de vestidos com fardas, falavam que eram médicos. Um deles tinha uma pequena necessaire de primeiros socorros. O outro falava através do celular, provavelmente chamou reforços. Inclinaram-se a tratar do ferimento de Ruan, mas que negou veementemente. Levantou e olhou Zaira.

▬ Não podemos permitir que mais pessoas se firam.

Colocou o óculos infra-vermelho novamente. Recolocou a bandeirola da arma, ajeitando-a para que ficasse bem posicionada em seu braço. Como Zaira trabalhava no local, esta deveria saber os pontos estratégicos. Sugeriu que se dividissem, de modo que ela fosse tentar desativar as bombas restantes, enquanto Ruan iria atrás dos metamorfos. Caso ela aceitasse, partiria imediatamente por dentro dos corredores que ainda estavam intactos. Certamente, caso cruzasse com algum destes, seus óculos o informaria. Torcia para que pudesse encontrar aquele que fosse o líder da operação, e assim conseguissem, com sorte, desativar todas as bombas de uma só vez.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Reiner Braun
Participativo
Participativo
avatar

Mensagens : 89
Data de inscrição : 07/07/2014

MensagemAssunto: Re: Quest - Fim do Princípio   23.11.15 20:05

Reiner havia recebido a resposta do soldado, no entanto, assim que recebera o chamado de seus dois parceiros, o mercenário decidira partir em direção aos mesmos utilizando somente de sua memória para poder direcionar-se ao local. A expressão “ Fator de Cura “ que havia sido empregado pelo soldado realmente deixava Reiner preocupado, visto que, o que aconteceria se um exército daqueles homens fossem lançados pelo mundo? Haveria alguma forma de abatê-los? O mercenário não deveria preocupar-se com aquilo por hora e sim salvar o casal que estava em apuros. “ Bem..vamos lá..vamos lá....eu contei até dez nessa direção...e virei....aqui..” pensava Reiner enquanto tentava refazer os passos para o lugar ao qual estava momentos antes, não encontrando qualquer problema em chegar até Neena e Nathan, no entanto, sendo barrado imediatamente por dois soldados que guarneciam a câmara. “ Droga...” pensou Reiner enquanto já havia se manifestado contra ambos sobre um pretexto ridículo de ter recebido ordens. Um dos soldados imediatamente questionou Reiner sobre um protocolo fazendo com que o mercenário estreitasse seus olhos.


“ Protocolo? Vou meter 5 balas na cabeça de cada um, espero que seja o suficiente. “ pensou Reiner já visando mexer em suas vestes ao qual não estava muito habituado. – Espere um momento, eu guardei o protocolo por aqui.. Reiner já tinha alcançado uma de suas pistolas por baixo da veste, dedilhando-a cuidadosamente, ele deveria sacar rápido e derrubar os dois soldados de igual maneira, não havia tempo para traçar um outro plano. – Ah! Exclamou o homem.- Aqui est... Antes que pudesse falar alguma coisa, por uma estranha sorte do destino uma série de disparos foram escutados pelo mercenário que instintivamente se abaixou e virou rapidamente em direção de onde os mesmos provinham. Era Wade.


“ Mas que merda esse infeliz tá fazendo? “ pensou Reiner enquanto encarava o mercenário, será que a estabilidade do homem havia se perdido? Um devaneio momentâneo passou por Reiner que imediatamente recebera “ordens” de um dos soldados. Que sorte!


[ Soldado 1 ]- Cuide destes dois, só abra a porta quando a luz se tornar verde, por Alaha.


Um sorriso brotou a face de Reiner por trás do turbante enquanto ele próprio ergueu-se e assentiu afirmativamente com sua fronte. – Entendido. Por Alaha. Reiner posicionou-se de costas para a porta enquanto algo maravilhoso ocorrera. Vários outros soldados pareciam se juntar aos montes para enfrentar Wade enquanto Reiner rapidamente visou apoderar-se de uma máscara de gás, colocando-a assim que abaixou o turbante. O mercenário visou utilizar ambas mãos para segurar na porta e então abrir a mesma o mais rápido que pudesse. Reiner esperaria que não tivesse algum mecanismo complicado aquém a sua capacidade.


[ Reiner ]- Vamos agora! Reiner evitou dizer o nome da dupla por questão de segurança. – Venham, vamos, vamos! Precisamos nos juntar aos outros soldados, assim ninguém saberá quem estava guardando a porta ou quem estava dentro da câmara. Vai vai vai! Disse Reiner gesticulando para Neena e Nathan.  “ Temos problemas maiores agora, se pegarem Wade eles ficarão ainda mais fortes e não há como matar esse infeliz..e mesmo que matemos ele, eles podem querer recolher o dna do corpo de qualquer forma...Wade está condenado de qualquer forma sugiro nos mesclarmos aos outros soldados e darmos cabo de Wade, quem sabe com alguma sorte esse idiota consiga escapar. “ Pensou Reiner visando comunicar-se com os os demais parceiros enquanto notava o soldado que ja havia falado consigo anteriormente falar sobre Wade apenas confirmando as expectativas que Reiner suspeitava sobre o dna de Wade.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Zaira

avatar

Mensagens : 12
Data de inscrição : 09/10/2015

MensagemAssunto: Re: Quest - Fim do Princípio   28.11.15 0:00


Não recebi retorno dos rapazes e então decido ir para onde estavam. Mordi o lábio inferior ao ver o terror que nos aguardava. Eu era treinada, mas saber que pessoas tão próximas estavam em perigo, deixou-me apreensiva, mas inha que manter a compostura. Acelerei o passo e cheguei no exato momento que a bomba explodiu, não fui atingida. Ruan e Storm estavam agora com o poder de cura, mas mesmo assim a situação de ambos me preocupava.

Fazendo uma varredura visual, percebi que o lugar tinha bombas sincronizadas, qual seria o tempo de detonação? Olhei de longe e percebi que Ruan e Storm estavam bem e levavam um suspeito, mas minha paz não durou muito. Uma viga fere gravemente Shadow, levei a mãoa boca e andei mais rápido que pude, cheguei perto de Ruan e o olhei nos olhos.


- Os médicos já estão a caminho, ele ficará bem. Você tem razão, não podemos permitir mais mortes. As bombas são sincronizadas, se eu soubesse o tempo que temos era mais fácil, porém afirmo-lhe uma coisa, quem as detona não está no prédio, vamos para fora, nosso homem ou mulher está lá, acredite.

Aguardei o atendimento de Storm chegar, fiz recomendações e só então segui com Ruan para a parte externa do Pentágono.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
NateSummers
Participativo
Participativo
avatar

Mensagens : 72
Data de inscrição : 30/06/2014

MensagemAssunto: Re: Quest - Fim do Princípio   29.11.15 13:27

Estava ficando insuportável respirar e Cable começa a pensar e derrubar o lugar e que se foda o disfarce, mas se detém ao sentir a aproximação de Reiner.

Reiner finalmente abre a porta, Nathan entrega Neean em suas mãos e ambos saem da armadilha que por pouco custou suas vidas.
Enquanto recuperam o fôlego eles ouvem os reportes sobre um alucinado Deadpool atacando tudo e a todos.  
Nathan se levanta já respirando com mais facilidade. Se aproxima de Neena pra examiná-la.

-Você está bem?

Após se certificar do bom estado de saúde de sua melhor amiga ele vai até um painel no corredor e com ajuda de sua tecnologia hackeia o sistema de segurança da base.
Todos os monitores mostravam o mercenário tagarela ensandecido.

-Acho que Deadpool nos deu uma abertura. Que tal aproveitarmos a distração que eles está fornecendo e ir até o centro de comando?

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Nick Bartowski
Jogador assíduo
Jogador assíduo
avatar

Mensagens : 323
Data de inscrição : 15/11/2014
Idade : 22
Localização : Las Vegas / USA

MensagemAssunto: Re: Quest - Fim do Princípio   06.12.15 0:46

Enquanto as chamas os protegiam, eles enfim conseguiram entrar na sala de proteção do presidente, que estava rodeado de seguranças, Nick deixou as chamas voltarem para seu corpo e começou a ver pessoas voando de um lado para o outro, Todos se abaixaram na hora, menos os seguranças, os que estavam embaixo também ficaram suscetíveis a golpes, sobraram apenas 4 seguranças e o presidente. A moça que Nick havia salvado se arrastou pelo chão enquanto as pessoas iam sendo tiradas de batalha, ativando os códigos de segurança, a porta foi aberta e eles tinha que salvar o presidente de qualquer maneira. - NICK, PENSA RÁPIDO. - A voz de sasuke ecoou no corredor de metal, ele colocou a mão no chão e uma energia azulada começou a surgir. - Droga. - Nick criou novamente a capa de fogo envolta da moça e o do presidente, empurrou os dois para dentro da sala de segurança, deixando que as chamas fizessem o trabalho de isolamento enquanto rodavam todos os envolvidos, assim o mutante não teria como acertar e o golpe de Sasuke não os afetaria.

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Sasuke
Participativo
Participativo
avatar

Mensagens : 43
Data de inscrição : 11/02/2015

MensagemAssunto: Re: Quest - Fim do Princípio   06.12.15 1:09

Sasuke se deparou no corredor de segurança, essa foi a rota que ele achou que Nick tinha tomado, teve a confirmação ao ver ele correndo para dentro de uma sala cheia de seguranças e algo que parecia ser o presidente, aos poucos os seguranças começaram a ser atingidos por um mutante que podia teleportar, aquilo ia ser complicado, Nick era veloz mas o lugar era fechado demais para ele poder se mover, Sasuke talvez pudesse neutralizar o garoto usando sua eletricidade. Levou a mão até a parede de metal do corredor e deixou que a luva elétrica fizesse o trabalho, carregando e soltando uma quantidade considerável de eletricidade no corredor. - NICK, PENSA RÁPIDO! -  a própria luva já isolava Sasuke, mas ele tinha as botas especiais que usava para essas situações, mesmo ainda estando com a roupa dada pelos militares, com o lugar completamente tomado pela eletricidade o mutante teleportador não poderia encostar em nada, aparentemente Nick tinha usado o fogo para isolar a eletricidade, criando um tipo de barreira na sala que eles trancariam o presidente, Sasuke puxou a espada com a mão e esperou, talvez o mutante encostasse na parede e ficasse paralisado, a carga elétrica era alta o suficiente para atordoar várias pessoas ao mesmo tempo
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Neena
Jogador assíduo
Jogador assíduo
avatar

Mensagens : 230
Data de inscrição : 30/06/2014

MensagemAssunto: Re: Quest - Fim do Princípio   06.12.15 14:38


Istambul

Os cabelos rosa e o sorriso confiante, sempre foram marcas registradas de Quentin. No momento ele apenas desfrutava de sua soberba, sentia muito orgulho de si mesmo. Triturava uma uva entre os dentes quando recebeu o chamado telepático de Almasor. Endireitou o corpo e concentrou-se, mas algo estava errado.


Bateu a mão com força na mesa e saiu da sala, seria verdade? Mas porque não o detectara antes? Porém alguém com aquelas características só existia um. Seria formidável para a causa ter os dons mutantes do lendário Deadpool e corromper um mercenário não era uma tarefa tão complicada.

A varredura mental era impossível, algo realmente estava errado.

Deadpool parecia divertir-se desviando dos tiros.


Estilhaços de vidro faziam o chão tornar-se escorregadio. Dead mirava nas câmeras e as tirava de operação com facilidade e nenhum tiro o acertava. A chegada de Quentin colocou todos em alerta. De pé olhando para os tantos soldados que atiravam, ele ocupou a mente de cada um e deu um comando. Os tiros cessaram imediatamente. Quentin olhou todos e sem mover os lábios, todos começaram a retirar o pano que cobria seus rostos e foi neste instante que Dead pôs a mão na cintura e falou baixo e ao mesmo tempo mandou um recado telepático para Nathan.

- Desista rosinha, você não consegue me dominar. “Nathan sai fora da minha mente, vou segurar a bagaça, cuida da Neena, um dia acerto minhas contas com ela.”

Dead rodopiou o corpo e deslizou pelo chão lotado de cacos de vidros, não ligou de ter parte do uniforme rasgado bem como a pele. Alcançou uma cadeira e a mandou diretamente em Quentin. Quentin não foi rápido suficiente para desviar e levou uma cadeirada na cabeça, a sangue brotou quente de sua teste. O rapaz gritou em meio a dor.

-Peguem-no idiotas, agora.

Todos os soldados seguiram na direção a qual corria Dead, menos três. Reiner, Neena e Nathan seguiam para o lado oposto, ninguém parecia nota-los, era a sorte de Neena agindo. Enquanto caminhavam Neena disse a Nathan.

- Eu estou bem, muito bem. Vamos dar o fora daqui.


Nathan os guiava para o centro de comando e após alguns minutos estavam de frente para uma enorme sala com tecnologia super avançada.


O mapa do mundo flutuava em cima de uma mesa e Reiner reconheceu Almasor, masnão sabia quem eram os outros. Os muitos monitores mostravam as tragédias que se seguiam em Nova York. A feição de Almasor beirava o prazer infantil.

Um soldado aproximou-se dos três e os questionou de forma bruta, falava em árabe.

- Porque estão aqui fora? O próximo carregamento sai em 10 minutos, vamos logo.

Neena olhou para Reiner e Nathan, moveu a cabeça de forma afirmativa para o soldado e virou-se para o local de onde tinha vindo. O soldado meio que os escoltava e os levou para um extenso corredor. Ali um helicóptero os aguardavam, seriam levados, novamente, para Nova York, mas deveriam ir assim se desvendar os segredos daquele lugar? Qual seria atitude certa a tomar? Mentalmente Neena falou com ambos.

- Estamos agindo certo? Acredito que existem coisas demais aqui, para irmos embora. Acham que devemos arriscar nossos disfarces? Talvez esteja aqui as respostas para findar este conflito.

Neena caminhava com firmeza, usava seus óculos especiais e tudo que via era mandado para Maha no submarino.

Pentágono

Zaira e Ruan estavam preocupados com a situação que parecia se agravar. Almasor deu uma demonstração que não estava para brincadeira e mesmo que Ruan não tenho passado a informação completa para Zaira, a mulher deduziu que o tempo era sincronizado, se era sincronizado tudo estava sendo feito à distância. Sabiamente Zaira convida Ruan para saírem do Pentágono. Com o auxílio dos óculos especiais puderam isolar suspeitos. Havia muita correria, mas algo despertou a atenção dos dois agentes.


Um furgão de transmissão por satélite estava fora da área reservada para este fim. Aquilo deveria ser investigado, enquanto caminhavam na direção do furgão, Zaira recebe um comunicado de sua irmã Maha.

- Neena, Nathan e Reiner estão enfrentando uma situação complicada, Wade surtou e por pouco não colocou tudo a perder. Não posso me comunicar com eles. Acredito que não deveriam voltar para NY. Alguma notícia de Sasuke e Nick?

Zaira e Ruan tem que criar uma estratégia segura para investir no furgão, pois se não fizerem as coisas da forma correta, correm o risco de provocar explosões não programadas.

Casa Branca

Nick e Sasuke escolheram uma manobra arriscada e porque não suicida? Com agilidade Nick conseguiu empurrar a agente e o presidente para dentro da sala, que até aquele momento estava vazia. O comunicador soou novamente nos ouvidos de Nick, Sasuke e Mika, a agente que levava a maleta. Ao ouvir o comunicado Mika falou com desespero.

- Não deixem ninguém adentrar o corredor, ele está completamente eletrificado, todos podem morrer.

Nick e Sasuke não tiveram o cuidado de avisar aos outros o que pretendia e suas ações talvez tivessem ceifado a vida de aliados. A comissão parou na porta e ninguém ousou encontrar na mesma. O encarregado então falou com Mika.

- O presidente está seguro? Não vamos intervir na manobra dos dois agentes, assim que tiver meios, saia no local indicado, teremos um transporte seguro para tirar o presidente daqui.

Mika estava sentindo o corpo sufocado, toda aquela chama de isolamento lhe deixava tonta foi então que o pior aconteceu, o sistema de incêndio disparou e muita água começou a cair do teto. O teleportador enfim apareceu, era um rapaz de no máximo 20 anos, já estava morto. Sasuke pode ver que de sua boca saia uma espessa espuma branca.  Sasuke saberia lidar com água e eletricidade? Dentro da sala Mika olhava Nick, a água esguichava para todo canto. Mika olhou Nick e falou baixo.


- Temos que tirar o presidente daqui o quanto antes, precisamos seguir em frente. Lá fora o transporte nos espera.

O que Nick faria? Sasuke? Haviam pensado na possibilidade de dispararem o sistema de ante chamas? O presidente deveria ser mantido em segurança, isto era primordial.

Caso Nick seguisse adiante, subiria uma escada através de um corredor estreito e lá fora, no lado oeste do pentágono, veria os carros blindados que os aguardavam.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Quest - Fim do Princípio   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Quest - Fim do Princípio
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 3 de 6Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6  Seguinte

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
RPG JOGOS :: Fim do princípio-
Ir para: